ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Atropelado em frente ao trabalho, Paulo era funcionário de atacadista há 11 anos

Colegas preferem silêncio em dia triste após acidente em frente a supermercado

Por Ana Oshiro e Maurício Ribeiro | 24/07/2021 08:13
Paulo tinha 50 anos e morreu na hora depois de ser atropelado (Foto: Reprodução/Facebook)
Paulo tinha 50 anos e morreu na hora depois de ser atropelado (Foto: Reprodução/Facebook)

Paulo Sérgio Salor, 50 anos, que morreu atropelado na manhã deste sábado (24), trabalhava na rede Fort Atacadista há 11 anos e era muito querido pelos colegas de trabalho. De acordo com funcionários e amigos de Paulo, ele era divorciado e deixou uma filha.

Trabalhando como técnico em manutenção, Paulo estava chegando para trabalhar, às 5h35, e foi atropelado ao atravessar a avenida Gury Marques, fora da faixa de pedestres, bem em frente ao atacadista. Ele foi atropelado por um carro prata que ainda não foi identificado, o motorista fugiu sem prestar socorro.

Abalados com o acidente, funcionários do Fort não quiseram conversar muito com a reportagem do Campo Grande News, o clima no estabelecimento é de muita tristeza e choro. O local abriu para clientes às 7h, cerca de 1h30 após a morte de Paulo.

A polícia militar faz buscas pelo veículo que atropelou Paulo, mas até o momento não há informações além da cor do carro. Com a força da colisão, um dos sapatos de Paulo chegou a sair do pé dele e ficou no meio-fio da avenida, junto com destroços do veículo.

O acidente foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol (Centro Especializado de Polícia Integrada) como "morte a esclarecer" e também como "afastar-se o condutor do veículo do local do acidente, para fugir a responsabilidade penal ou civil que lhe possa ser atribuída".

Nota de pesar - O Grupo Pereira, responsável pelo Fort Atacadista, emitiu uma nota de pesar sobre a morte de Paulo, confira na íntegra: "É com tristeza que o Grupo Pereira comunica o falecimento do colaborador e amigo Paulo Sérgio Salor, em um acidente de trânsito. Há 11 anos na empresa, Paulo atuava como técnico em manutenção na loja Fort Atacadista Moreninhas, no Mato Grosso do Sul. Nossos sentimentos à  família e aos colegas com quem conviveu.".

Paulo morreu na hora, em fente ao local de trabalho, na Gury Marques (Foto: Vinicius Santana)
Paulo morreu na hora, em fente ao local de trabalho, na Gury Marques (Foto: Vinicius Santana)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário