ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  09    CAMPO GRANDE 11º

Capital

Autor de homicídio no Colibri é ex que não aceitava fim de relacionamento

Suspeito estava separado da mulher há sete meses e não aceitava novo relacionamento da ex

Por Clayton Neves | 08/05/2022 21:03
Policiais periciando área onde vítima foi morta. (Foto: Henrique Kawaminami)
Policiais periciando área onde vítima foi morta. (Foto: Henrique Kawaminami)

Antônio Carlos Medeiros Veiga, de 55 anos, é o principal suspeito de, na tarde deste domingo (8), matar a tiros Fabiano Schmidt, 42 anos, em um bar no Jardim Colibri II, em Campo Grande. O autor dos disparos é ex-marido da mulher com quem a vítima estava namorando, no entanto, mesmo separados há sete meses, ele não aceitava o fim do relacionamento.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, testemunhas contaram que antes de entrar no bar e abrir fogo, Antônio Carlos passou duas vezes analisando o local. A ex-mulher dele, de 37 anos, estava no estabelecimento com Fabiano, o atual companheiro. Ela tinha medida protetiva contra o criminoso, solicitada após ser agredida por ele.

Familiares de Fabiano contaram que ele já havia sido ameaçado pelo autor, que não aceitava o novo relacionamento da ex, no entanto, revelaram que ele não chegou a procurar a polícia para denunciar os episódios.

O delegado do Cepol (Centro Especializado de Polícia Integrada), Fabrício Dias, explicou que houve disparo na cabeça e outro na região do ombro - este que saiu pelo abdômen de Fabiano.

O caso foi registrado como homicídio qualificado e será investigado pela Polícia Civil.

Nos siga no Google Notícias