ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  07    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Homem morto com tiro na cabeça no Jardim Colibri

Moradores da região acreditam que vítima pode ter levado três disparos de homem que chegou de motocicleta

Por Guilherme Correia, Bruna Marques e Viviane Oliveira | 08/05/2022 16:52
Corpo foi encontrado na varanda de um bar, no Jardim Colibri II. (Foto: Henrique Kawaminami)
Corpo foi encontrado na varanda de um bar, no Jardim Colibri II. (Foto: Henrique Kawaminami)

Fabiano Schmidt, 42 anos, foi encontrado morto na tarde deste domingo (8) em um bar na Rua Catuaba, no Jardim Colibri II, vítima de, ao menos, um tiro na cabeça.

Viaturas da Polícia Militar e Batalhão de Choque, estão no local, além da Perícia da Polícia Civil, funerária e equipe do GOI (Grupo de Operações de Investigação), que chegou posteriormente.

O delegado do Cepol (Centro Especializado de Polícia Integrada), Fabrício Dias, explica ao Campo Grande News que houve disparo na cabeça e outro na região do ombro - este que saiu pelo abdômen de Fabiano.

Além disso, testemunhas relataram que um tiro disparo foi efetuado, mas a investigação inicial não verificou ferimento referente a este disparo. Posteriormente, o corpo será enviado ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal).

Dias afirma que o suspeito e a mulher - que estava no local com a vítima -, estavam separados há sete meses. Ela tinha solicitado medida protetiva contra o ex-companheiro, que já havia se desentendido com Fabiano.

A cunhada do homem, de 35 anos, relata que não mora na região, foi avisada do crime e veio junto ao marido, irmão da vítima, que estava em contato com policiais.

Outro morador do bairro, de 22 anos, afirmou que o atirador chegou em uma motocicleta e empunhava um revólver de calibre .38.

No dia 20 de fevereiro deste ano, Fabiano foi preso por dirigir bêbado um veículo na Rua Jundiaí, no Jardim Canguru, bairro localizado na saída para São Paulo. Na ocasião, a Polícia foi acionada, porque Fabiano apontou uma pistola para as pessoas próximo a uma conveniência e ao saiu com carro cantando pneu.

Ele foi localizado no Residencial Canguru e passou pelo teste de alcoolemia. O resultado foi de 0,85 miligrama de álcool por litro de sangue. Com ele, foi encontrado um simulacro de arma de fogo. Fabiano foi preso em flagrante e foi liberado após pagar fiança de R$ 1 mil.

Cena do crime foi isolada pelas polícias Civil e Militar. (Foto: Henrique Kawaminami)
Cena do crime foi isolada pelas polícias Civil e Militar. (Foto: Henrique Kawaminami)


Nos siga no Google Notícias