A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

25/08/2012 09:44

Autorizada, primeira etapa da reforma do Mercadão vai levar 6 meses

Fabiano Arruda e Mariana Lopes
 Autorizada, primeira etapa da reforma do Mercadão vai levar 6 meses
Revitalização do Mercadão terá duas etapas e investimentos que passam de R$ 1 milhão. (Foto: Simão Nogueira)Revitalização do Mercadão terá duas etapas e investimentos que passam de R$ 1 milhão. (Foto: Simão Nogueira)

A primeira das duas etapas para revitalização do Mercado Municipal de Campo Grande deve durar seis meses para ser concluída. O prazo foi divulgado, neste sábado, durante assinatura da ordem de serviço para início das obras. São R$ 600 mil em recursos já liberados.

Nesta fase as melhorias serão na parte elétrica, hidráulica, acessibilidade, piso e cobertura do Mercadão. A data para início dos trabalhos não foi divulgada.

Depois, a segunda etapa, que também terá R$ 600 mil em recursos, prevê a ampliação com a extensão do prédio até a praça Oshiro Takimori na Rua 7 de Setembro.

O presidente da associação do Mercadão, Ronald Kanashiro, diz que a expectativa é grande entre os comerciantes e ter “um comércio digno para receber os clientes”.

Ele explica que o espaço do Mercadão está comprometido e que em dias de grande movimento o local fica “muito tumultuado”. Segundo ele, um dos maiores problemas é o estacionamento, que não comporta a demanda.

“No sábado, dia de maior fluxo, o Mercadão recebe 3 mil tíquetes de estacionamento. Isso sem contar as pessoas que não estacionam lá dentro e o fato de um carro sempre levar mais de uma pessoa”, conta.

Prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad, assina ordem de serviço para primeira etapa da reforma neste sábado.Prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad, assina ordem de serviço para primeira etapa da reforma neste sábado.

Comerciante há três anos no local, Jeferson da Silva Santos, 31 anos, confessa que está apreensivo com a possibilidade da reforma prejudicar as vendas. Ele admite que o processo vai trazer melhorias aos trabalhadores, no entanto, afirma que sua expectativa está na segunda etapa da revitalização. “O prédio é antigo e muito esquecido”, diz.

O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), também revela que a maior preocupação é conciliar o andamento das obras com o funcionamento do Mercadão, justamente para não atrapalhar os comerciantes.

Mas destaca que a reforma é fundamental para o local turístico e histórico da Capital. “A ideia é transformar o Mercadão daqui como os outros grandes centros”, explicou.

Trad ainda analisou que a expansão dos shoppings na cidade pode prejudicar o movimento e, por conta disso, será necessário tornar o mercado municipal cada vez mais atrativo ao público.

Espaço - Entre outras melhorias previstas nas duas etapas, estão também um estacionamento subterrâneo, parque de diversões e até área para shows.

O Mercadão foi inaugurado no dia 30 de agosto de 1958. A área atual tem dois mil metros quadrados e abriga 400 vendedores, instalados em 144 bancas e 77 boxes.



Muito bom para Campo Grande.
O CRAS da Vila Nasser também precisa ser reformado urgentemente.
 
Alcenair Nobre Costa em 25/08/2012 10:34:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions