A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

24/01/2014 15:18

Avião da Avianca tem 2ª pane em oito dias e passageiros esperam 6 horas

Bruno Chaves e Lidiane Kober
Revoltados, passageiros foram conversar com funcionários e não obtiveram explicações (Foto: Marcos Ermínio)Revoltados, passageiros foram conversar com funcionários e não obtiveram explicações (Foto: Marcos Ermínio)

Pelo menos 96 passageiros do voo 6384 da Avianca terão que esperar por até seis horas para seguirem viagem de Campo Grande a Curitiba (PR). O avião iria decolar às 10h20 de hoje (24), mas por causa de uma pane e de um problema no plano de voo, a previsão é de que a aeronave siga viagem às 16h30. Na Capital, esse é o segundo caso de transtornos enfrentados por passageiros da Avianca em oito dias.

A aeronave da companhia partiu às 9h desta sexta-feira (24) do Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande (MT), com destino ao Aeroporto Afonso Pena, em Curitiba, e escala em Campo Grande. Segundo o passageiro Antônio Sebastião de Oliveira, 60 anos, o avião já apresentou problemas na capital mato-grossense.

“Deu pane no ar-condicionado e chegando aqui a empresa pediu um tempo para arrumar. Mandou todo mundo sair e duas horas depois mandou todo mundo embarcar de novo. Depois que todos entraram, a empresa disse que teve problema no plano de voo e mandou todo mundo descer de novo”, disse.

Antônio ainda lembrou que não deram mais explicações além do “problema no plano de voo”. O passageiro disse que foi a Cuiabá na última segunda-feira (20) para trabalhar e retornar hoje para Curitiba, onde mora. Otimista, ele avalia o caso como um acidente de percurso. “Prefiro imaginar isso".

Já a analista financeira Margarete Rodrigues ficou revoltada com a situação. Ela contou que o marido está chegando da Argentina, sem falar português, e seguindo direto para a capital paranaense. “Ele não tem a chave de casa para entrar e não consigo falar com ele porque está em um voo também. Não sei o que ele vai fazer. Ele não tem para onde ir”, desabafou.

Irritada, a passageira falou que o Brasil não está preparado para receber um grande evento como a Copa do Mundo de 2014. “Estou torcendo para o país passar vergonha para ver se o povo brasileiro aprende a escolher melhor seus governantes”, atacou. Ela classificou como absurdo o fato de o País investir milhões de reais na Copa do Mundo tendo uma população analfabeta e que passa fome. “Saúde e educação deveriam vir em primeiro lugar”, declarou.

Outra passageira, a funcionária pública Meire Lúcia da Silva, lembrou que fatos como o ocorrido com o voo da Avianca acontecem todos os dias pelo Brasil. “A gente vê na TV, todos os dias, esse tipo de problema. Essa situação é absurda. Estou viajando desde às 23h de ontem (23), já que vim de Barra do Garça (MT)”, lamentou.

Meire contou que vai à capital paranaense fechar um contrato de trabalho. “Se não fosse o bom senso do interessado, eu tinha perdido a negociação”, reforçou. Ela ainda lembrou que uma passageira do mesmo voo corria o risco de perder o velório do pai, que faleceu e Curitiba.

Funcionários da Avianca disseram que não estavam autorizados a fornecer nenhuma informação sobre a pane na aeronave. A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da companhia, mas até o fechamento desta matéria não receber respostas.

Passageiros contam que aeronave teve pane no ar condicionado e problema no plano de voo (Foto: Marcos Ermínio)Passageiros contam que aeronave teve pane no ar condicionado e problema no plano de voo (Foto: Marcos Ermínio)
Otimista, passageiro acredita em acidente de percurso (Foto: Marcos Ermínio)Otimista, passageiro acredita em acidente de percurso (Foto: Marcos Ermínio)

Segundo caso em oito dias – No último dia 16, passageiros da Avianca enfrentaram transtornos após terem um voo com destino a Cuiabá cancelado. De início, eles foram avisados de um “pequeno atraso. No entanto, após duas horas de espera, eles obtiveram a notícia do cancelamento da viagem.

“Eles disseram que o avião está com problema e é muito complicado lidar com essa falta de organização”, disse a estudante Ariane Brandão, 21 anos.

Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


Trabalho em uma empresa que precisou solicitar atendimento de um técnico que reside em Fortaleza. Pois bem, compramos a passagem pela Avianca pra ele vir solucionar o problema. O voo estava marcado p/ 21/01 as 14:40 pra sair de lá; porém saiu 22:00 hrs. Mudaram de aeronave em Brasilia e seguiram p/ SP. Em SP não deu tempo de fazer a mudança de aeronave então o técnico posou em um hotel na cidade. Saiu de SP 12:00 do dia 22/01. Ou seja, um dia de trabalho que deveria ser aqui foi perdido na viagem. Foi pago um dia pelo atraso. Tem pane? Ok, resolva antes de colocar os aviões no transporte. A rota não é intere$$ante? Saia e deixe outras empresas ocuparem.
Quem não tem competência não se estabelece. Fica a dica!
 
Valter Castilho em 24/01/2014 20:16:24
Atualmente as Cias Aéreas "Brasileiras" operam com serviços de objetivos "populistas", para ter o apoio do governo federal e aumentar o lucro!...Infelizmente a qualidade caiu muito mas com as "idéias socialistas" de Brasília esses serviços irão perpetuar.
 
Paulenir de Barros em 24/01/2014 19:14:50
Infelizmente o Centro-Oeste não faz parte dos planos da Avianca, que possui sim aviões novos Aribus 318, 319 e 320, para operarem as rotas que consideram mais rentáveis, deixando as sucatas dos MK28 (Fokker 100), cuja fábrica já encerrou atividade há anos, para operarem no trecho que devem considerar insignificante, como a rota Brasilia/Campo Grande/Brasilia e Cuiaba/Curitiba/Cuiabá. Só nos resta fidelizar com Cias Aéreas cujas frotas que operam em nossa região sejam mais jovens.
 
Antonio Edson Pereira em 24/01/2014 17:27:36
Melhor pane no chão que no ar! hehe
 
juliano ramos em 24/01/2014 17:00:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions