ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, QUINTA  02    CAMPO GRANDE 34º

Capital

Bandidos invadem condomínio, furtam cofre e deixam prejuízo R$ 500 mil

Caso comprova que moradores hoje não estão livres dos ladrões nem dentro de condomínios

Por Kerolyn Araújo e Viviane Oliveira | 22/02/2020 10:31
Fachada do condomínio Shalom, localizado às margens da BR-262. (Foto: Viviane Oliveira)
Fachada do condomínio Shalom, localizado às margens da BR-262. (Foto: Viviane Oliveira)

Uma casa localizada no Condomínio Shalom, às margens da BR-262, foi alvo de furto na noite de ontem (21). Os ladrões fugiram levando um cofre com produtos avaliados em R$ 500 mil. O residencial fica no Jardim Noroeste, em Campo Grande e o modo de ação parece muito com outro furto, registrado no início do mês no Damha I. 

Conforme informações do boletim de ocorrência, a vítima, de 50 anos, contou à polícia que não estava no condomínio e, por volta das 23h30, recebeu uma ligação do porteiro do condomínio informando que as portas da casa estavam abertas e as luzes acesas. O morador pediu que ele fosse até a residência para verificar a situação.

O porteiro entrou na casa e encontrou a cadela da família na escada e três quartos no piso superior revirados e com garrafas de cervejas espalhadas pelo chão. O morador voltou então para casa e percebeu que os bandidos levaram o cofre inteiro. Dentro, estavam joias, dois revólveres, documentos, 130 euros, 320 dólares, além de bolsas femininas de grife internacional.

Segundo o registro policial, o prejuízo é estimado em R$ 500 mil. O Campo Grande News entrou em contato com a vítima, mas ela não quis se manifestar.

Nenhum produto eletrônico foi levado da residência. O caso foi registrado como furto na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Tiradentes.

O caso comprova que moradores hoje não estão livres dos ladrões nem dentro de condomínios. No início do mês, no dia 9 de fevereiro, uma casa no Residencial Damha I também foi alvo de furto. Os bandidos entraram por mata que cerca o residencial, cortaram a cerca elétrica, pularam o muro e sairam sem ser vistos, com malas cheias de objetos furtados, inclusive, joais e relógios.

Já o Condomínio Shalom tem uma cerca ao redor do residencial, no lugar do muro. Mas também é rodeado por uma grande área desmatada. Os ladrões também investiram na casa mais próxima da cerca e saíram sem que fossem notados.