A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

12/04/2011 18:50

Bebê está sob guarda do Estado e mãe já saiu de Campo Grande

Nadyenka Castro

O recém-nascido não está disponível para adoção

Voluntária amamenta bebê na delegacia. (Foto: João Garrigó)Voluntária amamenta bebê na delegacia. (Foto: João Garrigó)

Está sob a guarda do Estado o recém-nascido cuja mãe mentiu que o teria encontrado abandonado na rodoviária de Campo Grande. A jovem já saiu da Capital e o bebê não está disponível para adoção.

De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, a juíza da Vara da Infância, Juventude e do Idoso, Katy Braun do Prado, não especificou onde o bebê está, disse apenas que está sob a responsabilidade do Estado.

A juíza declarou que a mãe, Elaine Regina Barbosa Carneiro, 22 anos, saiu de Campo Grande porque não sabia que tinha que permanecer no município após ter sido ouvida e liberada pela Polícia Civil.

Uma equipe multidisciplinar da Vara da Infância, Juventude e do Idoso, irá avaliar se Elaine tem condições psicológicas de renunciar ao filho, porque, segundo a juíza, ela não o abandonou, e sim o entregou à Polícia.

Se a jovem demonstrar arrependimento e for constatado que tem condições de cuidar do filho, ele ficará com ela, com apoio da Vara da Vara da Infância, cuja intenção é preservar a família.

Caso Elaine realmente não querer o filho, mas algum parente se interessar, também será feita avaliação e o bebê poderá ser entregue.

A adoção será feita somente em último caso e proposta ao casal mais antigo da lista de espera de adoções, que não saiba do caso.

A juíza ressalta que a jovem poderia ter procurado a Vara da Infância e entregue o bebê para adoção. Quando isto acontece não há crime e o caso é tratado com discrição e respeito.

Abandono?- Elaine foi à Depac-Piratininga com o bebê dentro de uma caixa de sapatos dizendo que o havia encontrado abandonado na rodoviária da Capital, na tarde dessa segunda-feira.

Logo depois, a Polícia analisou as imagens do circuito de segurança do local e verificou que ela mesmo poderia ser a mãe.

Após sair da delegacia, Elaine voltou à rodoviária e a PM (Polícia Militar) a abordou e dentro de uma das malas dela encontrou roupas de bebê.

Diante das evidências ela confessou que o recém-nascido era filho dela e que mentiu inicialmente porque a criança era fruto de estupro cometido pelo ex-namorado. Ela foi autuada por falsa comunicação de crime e liberada em seguida.



Parem se sonhar!!!!
Se ela tivesse bem intencionada em relação a criança, teria ficado na cidade e estaria amamentando a mesma. Não serve nem para madrasta. Este papo de dizer que ela não sabia e saiu da cidade e conversa mole. Dou a cara a tapa se ela voltar.
Caiam na real.
 
Alfredo Carvalho em 13/04/2011 11:39:28
HOJE EU OUVI MEIO POR CIMA, MAS QUE A SENHORA QUE TODO MUNDO FALOU QUE ERA A MAE DO BEBE, NA VERDADE ERA UMA SENHORA QUE TEM UMA CRIANÇA PEQUENA E QUE DEU DE MAMAR PARA A CRIANÇA QUE FOI ACHADA NA RODOVIARIA E QUE DEPOIS FOI ACUSADA DE SER A MAE DO BEBE, E VERDADE ISSO?
 
luiz fernandes em 13/04/2011 02:03:43
ASSIM É FACIL COLOCAR FILHO NO MUNDO, E DEIXAR QUE O MUNDO CRIE ESSE TADINHO QUE NAO TEM CULPA NENHUMA E ELE MERECE TER TODA A FELICIDADE DO MUNDO.. AGRA ESSA INFELIZ QUE TEVE ELE (POIS NAO PODE SER CHAMADA DE MÃE) MERECE TODO CASTIGO DE DEUS.
 
rodrigo mareto em 12/04/2011 09:55:35
Nao devemnos jogar pedras nem acusar essa pobre mulher...O que ela precisa e de ajuda,,,financeira e psicologica! Entao onde esta tu, o Estado que tanto tem atuado ...?E voce cidadao que se sensibilizou com este fato, tamben....
 
MAURO PAVAN em 12/04/2011 07:46:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions