A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

21/01/2016 10:25

Bernal promete anunciar na segunda auditoria feita em notas da Solurb

Resultado de relatório pode levar município a iniciar processo de rompimento com a empresa

Michel Faustino
Bernal falou sobre a possibilidade de rompimento com a empresa na manhã desta quinta-feira. (Foto: Fernando Antunes)Bernal falou sobre a possibilidade de rompimento com a empresa na manhã desta quinta-feira. (Foto: Fernando Antunes)

O prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) disse na manhã de hoje (21) durante lançamento do Carnaval 2016, na Esplanada Ferroviária, que deve anunciar na próxima segunda-feira, dia 25, o resultado de auditoria feita em três notas fiscais de serviços prestados pela concessionária CG Solurb, responsável pela serviço de asseio na Capital.

Segundo o prefeito, em um primeiro momento, seria prematuro cogitar qualquer possibilidade de rompimento contratual, mas o resultado da análise feita pela prefeitura e do laudo da Polícia Federal será decisivo para definir se inicia abertura de processo para romper com a Solurb.

“Nós iremos terminar esta análise amanhã e vamos anunciar o resultado na segunda-feira. Agora, temos que tratar esse assunto com responsabilidade e asseguro que, caso forem comprovadas irregularidades, todas as medidas necessárias serão tomadas”, comentou.

No mês passado, Bernal revelou que parte dos serviços que foram cobrados pela empresa não foram executados. Ele citou o exemplo da Lagoa Itatiaia. “Na medição apresentada na nota fiscal da Solurb, a lâmina d'água parecia como área que havia sido capinada. Como é que você vai capinar a lagoa Itatiaia”, questiona o prefeito.

Bernal disse ainda que foi constatado em outra nota fiscal que um trecho da Rua Ceará, entre as avenidas Mato Grosso e Coronel Antonino, a Solurb cobrou pelo serviço como se houvesse calçada com grama nas laterais da Ceará e “a gente sabe que não tem grama nas calçadas da Rua Ceará, com exceção da praça que tem na esquina com a Rua Amazonas, mas é cuidada pelo programa de parceria com as empresas para cuidar da conservação do local”, explicou.

Sobre a possibilidade de ter conversado com empresas de São Paulo para a substituição da Solurb, o prefeito negou que exista conversas neste sentido. “Isso é especulação nociva, fruto da riqueza de gente mal intencionada querendo causar transtorno político e administrativo”, concluiu Bernal.

O Campo Grande News ligou no telefone da superintendência da empresa Solurb para esclarecer as questões levantadas, mas ninguém atendeu as ligações.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions