A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Janeiro de 2019

03/04/2017 15:05

Brincalhão e carinhoso, Vagner deixa saudades e o clamor por justiça

Padeiro morreu depois ser atingido por carro conduzido por um motorista embriagado

Luana Rodrigues e Adriano Fernandes
Vagner Pereira de Souza, 33 anos, morreu num acidente de trânsito na noite deste domingo (2). (Foto: Reprodução/ Facebook)Vagner Pereira de Souza, 33 anos, morreu num acidente de trânsito na noite deste domingo (2). (Foto: Reprodução/ Facebook)

Dos seis irmãos, ele era o mais carinhoso. É com saudade que amigos e familiares lembram da principal característica de Vagner Pereira de Souza, 33 anos. A voz de quem fala é de tristeza, mas também clama por Justiça, por aquilo que eles acreditam que não tenha sido um acidente.

Vagner morreu depois de ser atingido por uma caminhonete, no domingo (2). O motorista do veículo, estudante de Medicina Veterinária Edson Biscaro Neto, 24 anos, estava embriagado. “O rapaz estava bêbado, a 200 por hora, mais que isso. Não tinha motivo isso, não vemos como acidente”, diz o irmão de Vagner.

Wagner voltava do trabalho quando tudo aconteceu. Padeiro por profissão, era muito dedicado a função, conforme os amigos. No dia em que morreu, havia trabalhado desde às 4h da madrugada até o meio da tarde. Mas, como gostava de colocar o assunto em dia com quem conhecida, parou para conversar com amigos e deixou o local mais tarde.

“Ele sempre foi muito próximo de quem gostava. Era brincalhão e naquele dia tinha ido conversar com os amigos. Por isso, voltou mais tarde para casa”, conta o irmão, Valdir Pereira de Souza, 44 anos.

Solteiro e sem filhos, o maior sonho de Vagner era terminar de construir a casa, num terreno que comprou perto da família no Jardim Novo Século. “Vou sentir falta de tudo, mas principalmente do cuidado que ele tinha com a gente. Meu filho era puro carinho e teve a vida interrompida desse jeito”, diz o pai de Vanger, Luiz Pereira de Souza, 71 anos.

O velório do padeiro está ocorrendo na Palmácia, 701, Moreninhas. O sepultamento está marcado para às 8h da manhã de terça-feira (4), no Cemitério Nacional Parque – mesmo bairro.

Caminhonete envolvida no acidente ficou com a frente destruída (Foto: Direto das Ruas)Caminhonete envolvida no acidente ficou com a frente destruída (Foto: Direto das Ruas)

Acidente - Conforme boletim de ocorrência, o estudante de medicina veterinária seguia em uma caminhonete Toyota Hilux, de placa de Puerto Suárez, na Bolívia, quando atingiu a Honda Biz, de cor verde, conduzida por Vagner, que tentava cruzar a Avenida Gury Marques.

Vagner morreu no local. Segundo testemunhas no momento do acidente, o motociclista cortava caminho pelo canteiro central da via.

Durante atendimento no local do acidente, os policiais perceberam que o condutor da caminhonete apresentava sinais de embriaguez. Edson, então, fez o teste do bafômetro e o resultado foi positivo de 0,49 miligramas de álcool por litro de sangue.

O rapaz foi preso em flagrante e vai passar por audiência de custódia às 8h da manhã desta terça-feira (4). Os veículos envolvidos ficaram destruídos e foram levados para o pátio do Detran (Departamento Estadual de Trânsito). O caso foi registrado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar.



Campo Grande e principalmente nas cidades fronteiriças então cheias de carros estrangeiros irregulares, eles não respeitam as leis de transito do Brasil.

Estacionam em local proibido, andam acima da velocidade permitida, etc.


Já passou da hora das autoridades brasileiras barrarem esse tipo de irregularidade.




 
wild em 04/04/2017 07:58:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions