ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 24º

Capital

PM encontra motorista fujão, mas não consegue prendê-lo sem flagrante

Policial encontrou homem que atropelou motociclista e fugiu, mas não pode prendê-lo sem flagrante

Gabrielle Tavares | 03/09/2022 17:06


Cabo da Polícia Militar, Marcelo Goes, encontrou o motorista de um VW Golf, de cor cinza, que se envolveu em acidente grave e fugiu na quinta-feira (1º), mas sem o flagrante, o homem não foi preso e segue em liberdade.

"Localizei o motorista que atropelou a mulher e fugiu. Porém fui orientado pela Polícia Civil que não tenho amparo legal para conduzi-lo à delegacia, pois já se passaram 24h do flagrante", relatou Goes.

O acidente aconteceu na Avenida Gury Marques, na região da Vila Moreninha, em Campo Grande. A mulher conduzia uma Honda Biz, de cor branca, quando foi atingida pelo carro que cruzou a via em alta velocidade.

Segundo a assessoria de imprensa da Santa Casa, a vítima deu entrada na unidade de saúde com histórico de traumatismo em várias regiões do corpo, foi submetida a exame de imagem e recebeu suporte clínico. Apesar da gravidade, ela não teve nenhum membro amputado.

O policial, lotado no batalhão do bairro, não conhece a mulher, mas recebeu o pedido de ajuda e, por coincidência, estava próximo ao local. Ele resolveu então gravar um vídeo para tentar localizar o motorista, onde repassa parte do número da placa anotado por testemunhas.

"Nossa legislação me causa revolta, parece que foi feita para atrapalhar. Uma política criminal criada para não socorrer o cidadão", disse o PM, revoltado.

De acordo com o artigo 305 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro), fugir do local de acidente é crime, mesmo quando não há vítimas. A pena prevista é detenção de seis meses a um ano, ou multa.

Nos siga no Google Notícias