A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

01/02/2012 21:09

Campo-grandense é espancado até a morte na saída de boate em Portugal

Elverson Cardozo

Vítima, que morava havia 8 anos em Portugal, foi agredida na cabeça com cacos de garrafa de cerveja e uma meia cheia de pedra.

Hemerson Pereira morava em Lisboa há 8 anos, com a mãe e duas irmãs. (Foto: Reprodução/Facebook)Hemerson Pereira morava em Lisboa há 8 anos, com a mãe e duas irmãs. (Foto: Reprodução/Facebook)

Campo-grandense de 30 anos morreu após ser espancado na saída de uma boate em Portugal, na manhã do último domingo (29). Hemerson Pereira FortKamp trabalhava como eletricista e morava há 8 anos em Lisboa. Um primo da vítima também foi agredido, mas conseguiu fugir do local.

Segundo informações de familiares, o crime aconteceu por volta das 7h da manhã, no momento em que o eletricista foi ao caixa para pagar a conta, junto com um primo, identificado como André Pereira Fresneda, de aproximadamente 26 anos, que também foi agredido, mas conseguiu escapar com vida.

Uma prima da mãe de Hemerson, que mora no Jardim Anahi, em Campo Grande, contou que soube do fato na manhã do mesmo dia. “Nós estamos transtornados, independente do parentesco, pela brutalidade de como aconteceu”, disse a enfermeira Mari Luci do Nascimento Corrêa.

Segundo Mari Luci, as informações repassadas pelo primo da vítima dão conta de que a confusão começou durante um tumulto na fila do caixa. “Alguém comentou que a situação era bem típica de brasileiros”, disse.

Fachada da boate Kapital. (Foto: Correio de Manhã)Fachada da boate Kapital. (Foto: Correio de Manhã)

Além disso, o eletricista foi acusado de ter apalpado uma mulher dentro da discoteca e o namorado dela não teria gostado. Assim que saiu, Hemerson já era esperado por um grupo de aproximadamente 8 pessoas, a cerca de 150 metros do local.

Ele foi agredido na cabeça com cacos de garrafa de cerveja e uma meia cheia de pedra. Já André Pereira sofreu ferimentos de punhal nas mãos e também na cabeça. O jovem só conseguiu sair com vida porque um segurança do estabelecimento o ajudou.

As últimas informações de familiares dão conta de que o corpo de Hemerson ainda permanece em poder da polícia de Portugual. O velório será realizado naquele país. Segundo a imprensa local, a seção de homicídios da polícia judiciária de Lisboa trabalha nas investigações do homicídio, mas até agora ninguém foi preso.

O eletricista morava em Lisboa com a mãe e as duas irmãs. O pai de Hemerson reside no Estado do Rio Grande do Sul.



De acordo com dados do Ministério Público no Brasil, Portugal é o segundo país da Europa com mais presos no Brasil, perdendo apenas para Espanha! Há presos brasileiros em Portugal sim, há pessoas que cometem crimes no mundo todo e isso tem haver com seu caráter e não com sua nacionalidade!
 
Ellen Rodrigues em 16/02/2012 08:37:52
concordo com vc cristiano arruda eu ja estive no japao e no canada e no e.u.a e uma coisa que eu sempre percebi e quanto mais longe dos brasileiros vc fica e melhor pq nesses paises a comunidade brasileira nao ajuda em nada uns aos outros.
 
adriano shiroma em 02/02/2012 12:50:05
Só falta dizer agora que quem matou Jean Charle foi um policial brasileiro... Só neste País que acolhe os imigrantes com respeito, nascem, crecem ou se criam bandidos e pessoas violentas... No resto do mundo só tem santo... Deixem de hipocrisia!
 
Helio C. Junior em 02/02/2012 10:49:41
Portugal é um país de quinta categoria, Portugueses em geral são muito preconceituosos, o povinho ignorante, não é a toa que um dia foram donos de metade do mundo e hoje são totalmente inexpressivos no cenário internacional, Portugal e Brasil tem muito em comum, por isso que em ambos as leis é a organização do Estado são pífias.
 
Carlos Moura em 02/02/2012 10:19:17
Dá pra jogar esse Cristiano Arruda fora do Brasil ????

"Aprendi uma coisa: No exterior, evite ir a lugares onde haja brasileiros, um deles te fará mal. Fato!"


Com essa sua fala vc deve ter ido no MÁXIMO ao Paraguai.
 
Alessandra Almeida em 02/02/2012 10:10:37
Como vocês falam com tanta certeza sem nem ter total conhecimento da causa, pq portugueses não poderiam fazer isso? pq lá é um pais de primeiro mundo? nenhum português comete crimes?! ridiculo um ir falando que pode ter certeza que foi brasileiro, outro dizer que os africanos e brasileiros que causam lá, AH pelo amor!
 
Jonas Pedro em 02/02/2012 09:48:33
CONCORDO COM O PAULO HENRIQUE,MOREI EM PORTUGAL 3 ANOS,OS BRASILEIROS SEMPRE FORAM DISCRIMINADOS LA,TRABALHEI NUMA EMPRESA QUE TINHA VARIOS IMIGRANTES, (GRAFICA SIMPLES OU DUPLO)QUANDO ACONTECIAM ALGUMA COISA DE ERRADO,ELES LOGO DIZIAM; FORAM OS BRAZUCAS...SEM FALAR NA CARGA HORARIA QUE ÉRAMOS OBRIGADOS A TRABALHAR..PIOR ESPERIENCIA DA MINHA VIDA. TENHO UM VIDEO DO MEU ANTIGO TRABALHO DE ESCRAVO.
 
CORREA DA COSTA em 02/02/2012 09:40:41
nossa Cristiano, até parece que o brasileiro que matou o português a garrafada e a pedrada. Quão civilizados!!!
 
Mariana Rojas em 02/02/2012 09:31:32
Gostava só de dizer a todos que sou português e acreditem que vejo tudo isto com muita tristeza. Compreendo as generalizações que todo mundo tá fazendo mas aqui a culpa não é dos portugueses. A maioria das pessoas em Portugal tem um carinho muito grande por todo o povo brasileiro, agora por favor compreendam que gente ignorante tem em todo o mundo. Espero que peguem os culpados.
 
David Martins em 02/02/2012 09:11:37
Quem disse que Portugal é 1º mundo? uma das piores economias da europa. Portugal só existiu durante o periodo colonial, hoje possuem apenas videiras, oliveiras e pedras.
 
Carlos Eduardo em 02/02/2012 08:41:32
Como as pessoas tem facilidade de julgar, condenar e apedrejar outras pessoas. Mesmo sem conhecimento de causa. Nem sabem se foram brasileiros, portugueses, ou seja qual for a raça, isso não importa né. Vamos jogar pedras.... Deus obrigada por nao existir pena de morte no Brasil, imagine só qts pessoas inocentes iriam pagar pelo que nao fizeram. Que seja feita justiça simplismente.
 
Roselene de Lurdes em 02/02/2012 08:16:22
Agradeço ao campo grande news ,por esta materia pois nao pude acredita que ate ontem ninguem da midia tinha dado importancia ha um fato tao triste, e tão cruel .poxa eu e Hemerson eramos da mesma escola ,ele era um menino otimo ,nunca vi ele triste sempre rindo ,semana passada estavamos falando de quando ele iria vir a campo grande visitar os amigos,e agora?acabou...saudades meu amigo vai com Deus
 
ana andrade em 02/02/2012 05:08:10
De acordo com o princípio da reciprocidade os portugueses devem ser tratados aqui no Brasil conforme os brasileiros são tratados em Portugal.
 
Mayara Silva em 02/02/2012 04:59:44
Gente vamos tomar cuidado com as nossas opiniões!!!
Cristiano Arruda vc foi abrangente em sua opinião, a coisa não é bem assim não! Falta de educação e respeito é coisa de berço, não de etnia ou religião! Procure conhecer mais sobre os povos, religiões, e comportamentos humanos, para depois tecer suas opiniões!
 
Fabiana Rocha em 02/02/2012 03:23:43
Pessoas civilizadas não descriminam outras pela nacionalidade, a estas , merece apenas o nosso total desprezo e indiferença, amigos não percam o vosso tempo tempo
respondendo estas provocações de pessoas baixas. A hora é de mudança, vamos mostrar a estas pessoas como se recebe imigrantes, é assim que vamos provar quem somos.
 
Antonia Pereira em 02/02/2012 02:43:45
Sou familia da vitima. A discriminacao a brasileiros e publica e notoria, sinto me constrangida em dizer que sou brasileira em portugal.Fica a minha indignacao porque os Portugueses que moram e estao chegando no Brasil sao recebidos de bracos abertos. Xenofobia em Portugal devia ser levado a serio, e ter punicao.
 
rosangela pereira em 02/02/2012 02:16:12
Latinoamericanos, africanos e mulçumanos são "bichos" que não podem ir para terras um tanto civilizadas.

Não é questão de discriminar pessoas pelas etinias, mas sim porque a maioria das populações dessas etinias foram formadas na rudeza e sentem-se fracas perante as coisas corretas de aprender.

Aprendi uma coisa: No exterior, evite ir a lugares onde haja brasileiros, um deles te fará mal. Fato!
 
Cristiano Arruda em 01/02/2012 10:57:37
Lisboa é uma cidade onde encontramos mais estrangeiros do que portugueses, principalmente brasileiros e africanos (de países onde a língua oficial é portuguesa).
As estatísticas de criminalidades registradas nas delegacias em Lisboa dão conta de que as incidências criminais são praticadas por africanos em primeiro lugar e em segundo por brasileiros. Infelizmente! Falo com conhecimento de causa.
 
Ezio Jose em 01/02/2012 10:47:29
Pode ter certeza que foram brasileiros mesmo que mataram o pobre rapaz.
 
Láis Sebello em 01/02/2012 10:22:33
Meus sentimentos a familia, pode ser um fato isolado,mas e publico e notorio que em terras luzitanas brasileiros são hostilizados e discriminados,pergunta a qualquer brasileiro que trabalha ou trabalhou....
 
paulo henrique em 01/02/2012 10:20:14
Primeiro mundo hein?! Marginais homicidas também existe no velho continente "berço da civilização do mundo" ...fala sério! Muito triste essa noticia.
 
Ana Cristina Ferreira em 01/02/2012 09:50:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions