A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

23/07/2013 19:20

Capital sente frio de até -5ºC e MS terá sensação de -10º pelo segundo dia

Viviane Oliveira
Mesmo bem agasalhada, Maria Rafaelly, que mora no Cophavilla e estuda no Centro só teve coragem de sair de casa enrolada em um cobertor. (Foto: Cleber Gellio)Mesmo bem agasalhada, Maria Rafaelly, que mora no Cophavilla e estuda no Centro só teve coragem de sair de casa enrolada em um cobertor. (Foto: Cleber Gellio)

Enrolada em um cobertor. Foi assim que a estudante Maria Rafaelly Ferreira, 15 anos, enfrentou o vento gelado desta terça-feira (23) em que fez o campo-grandense sentir frio de até -5º. De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a partir de amanhã a temperatura deve cair ainda mais em todo Mato Grosso do Sul com mínimas negativas de até -1ºC e sensação térmica, pelo segundo dia consecutivo de -10º.

Mesmo bem agasalhada, Maria Rafaelly, que mora no Cophavilla e estuda no Centro só teve coragem de sair de casa enrolada em um cobertor. “Estou com dois casacos, mas não basta”, conta, acrescentando que já está preocupada com o frio de amanhã.

Conforme a meteorologia, em Campo Grande o céu deve ficar parcialmente nublado e há possibilidade de geada entre a madrugada e o amanhecer desta quarta-feira (24). Os termômetros devem registrar temperatura mínima de 3ºC.

Quem gostou da novidade foi a vendedora de churros Cleonice Pires, 40 anos, que há 7 trabalha na região de praça Ary Coelho. “No frio, as vendas aumentam. Hoje em 2h vendi todos os 40 churros que havia trazido”, diz Cleonice que chegou às 16h no Centro e às 18h estava indo embora.

Com a notícia de que a quarta-feira seria mais fria a vendedora comemora. “Amanhã vou trazer pelo menos 20 a mais. O lucro compensa o vento gelado batendo no rosto”, brinca, dizendo que amanhã vai se agasalhar mais para suportar o frio.

Já fisioterapeuta Lisandra Zortea, de 34 anos, não ficou muito animada com a previsão do tempo. No final da tarde desta terça-feira, Lisandra passeava com o cachorro Choquito, que de roupinha e touca, se protegia do vento gelado.

Mesmo sendo do Rio Grande do Sul, a fisioterapeuta conta que antes de vir para Campo Grande morou 8 ano em Manaus no estado do Amazonas, onde faz muito calor. “Falaram para mim que aqui não fazia frio”, conta.

Cleonice Pires indo embora depois de vender 40 churros em 2h. (Foto: Cleber Gellio)Cleonice Pires indo embora depois de vender 40 churros em 2h. (Foto: Cleber Gellio)
Preparado para o frio, Choquito passeava de roupinha e touca. (Foto: Cleber Gellio)Preparado para o frio, Choquito passeava de roupinha e touca. (Foto: Cleber Gellio)
Cidade deve ter geada e 0º C, mas calor volta para o Festival de Inverno
A semana começou fria em Mato Grosso do Sul e as baixas temperaturas devem continuar, mas, para quem pretende viajar para Bonito, acompanhar a 14ª ed...
Massa de ar polar faz sul-mato-grossense sentir frio de até -10º C
A madrugada de terça-feira foi gelada em Mato Grosso do Sul. No Sul do Estado, Ponta Porã registrou a menor temperatura: 2.1ºC. Com o vento, a sensaç...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions