ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEGUNDA  17    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Capital terá operação “fim de ano” para combater mosquito da dengue

Capital enfrentou epidemia e chega a dezembro com 16 mil casos confirmados da doença e oito óbitos

Por Aline dos Santos | 21/12/2019 15:11
Agentes vão fazer vistoria e orientar moradores. (Foto:PMCG)
Agentes vão fazer vistoria e orientar moradores. (Foto:PMCG)

A partir da próxima segunda-feira (dia 23), o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e febre chikungunya, terá uma operação especial de fim de ano. De acordo com a prefeitura de Campo Grande, 170 agentes vão participar de mutirões nos dias 23, 26, 27 e 30 de dezembro. A força-tarefa também vai atuar nos dias 2 e 3 de janeiro.

Conforme o cronograma da Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais, as ações serão executadas nos bairros Jardim Noroeste, Mata do Jacinto, Lar do Trabalhador, Silvia Regina, região central (UBS 26 de Agosto), Los Angeles e Alves Pereira.

Além do trabalho de vistoria de imóveis, terrenos baldios, recolhimento de materiais inservíveis e eliminação de focos e potenciais criadouros do mosquito, os agentes vão orientar os moradores, com ações educativas nas ruas e comércios.

Das 68 áreas catalogadas no último LiRaa (Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti), divulgado no mês de novembro, 22 estão em estado de alerta, com índice de infestação superior a 1%. As demais 46 áreas permanecem com índice satisfatório, abaixo de 1%.

Em 2019, Campo Grande registrou 16 mil casos confirmados de dengue e oito óbitos. No mês de março, pico da epidemia da doença, o número de notificações chegou a 9 mil.

“Estamos mobilizados para evitar que o município enfrente novamente uma epidemia de dengue. Vamos trabalhar com a prevenção, corpo a corpo, fazendo a nossa parte. Porém, é preciso lembrar sempre que não basta o poder público fazer a sua parte, é preciso que a população tenha consciência de que a participação de todos é fundamental”, afirma o secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho, em entrevista à assessoria de imprensa da prefeitura.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário