ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SEXTA  28    CAMPO GRANDE 29º

Diversão

Carnaval pode até não ser na rua, mas folia dos blocos continua de "pé"

Cordão da Valu e Capivara Blasé devem realizar eventos menores, com público limitado e em espaços fechados

Por Adriano Fernandes | 26/11/2021 23:15
Multidão que curtiu o Cordão da Valu em 2019. (Foto: Henrique Kawaminami)
Multidão que curtiu o Cordão da Valu em 2019. (Foto: Henrique Kawaminami)

A Capital pode até não ter Carnaval de rua em 2022, mas se depender dos dois maiores blocos da cidade o campo-grandense não vai ficar sem folia. A ideia é realizar eventos menores, com público limitado e em espaço fechado, "seguindo os protocolos dos demais eventos que já ocorrem na cidade", conforme adiantou o Capivara Blasé.

Em nota o bloco informou que compreende a decisão da prefeitura da Capital, por conta do atual cenário da pandemia, que ainda requer cuidado. "O Capivara Blasé defende a ciência e confia que para a volta da normalidade, devemos fazer nossa parte, por isso, pede ao seu bando, membros do  bloco, assim como toda população, que se vacinem, para assim, podermos em breve, voltarmos a celebrar toda a alegria dessa linda festa", pontuou.

O primeiro "esquenta" do bloco, inclusive, já esta com data marcada, vai ocorrer no dia 18 de dezembro. A expectativa é de que a partir desta data o bloco realize encontros em todos os sábados até o Carnaval. A pré-venda dos ingressos estará disponível em breve.

Já o Cordão da Valu o maior e mais tradicional bloco de Campo Grande, "lamentou que a cidade vá ficar mais um ano sem a folia de rua", mas também informou que entende o cancelamento da festa.

“Estamos tristes, pois o Carnaval é a essência do Cordão, mas entendemos que o momento é complicado, e já contávamos com essa possibilidade (de cancelamento). Porém, achamos que, antes de a prefeitura tomar a decisão, ela deveria ter promovido um debate mais aprofundado, tomando como base as informações das autoridades de saúde, da ciência”, apontou Silvana Valu, líder e uma das fundadoras do bloco.

Mas como só o Carnaval de rua está cancelado o Cordão da Valu também anunciou que "buscará uma forma de realizar o seu Carnaval, rigorosamente, dentro das determinações do decreto municipal, se adequando às regras estabelecidas", diz nota. A festa de aniversário dos 15 anos do bloco, por exemplo, que está marcada para o dia 11 de dezembro na Praça do Rádio Clube está mantida, de acordo com Silvana.

Cancelado - O cancelamento do Carnaval de rua foi anunciado pelo prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), na tarde desta sexta-feira (26). A decisão levou em conta a preocupação das autoridades de saúde com a covid-19. A prefeitura também informou que vai debater com a Lienca (Liga das Escolas de Samba) a realização dos desfiles em formato digital e seguindo as normas sanitárias da ocasião.

Eventos em clubes e casas noturnas também deverão obedecer regras de biossegurança, que excepcionalmente serão criadas específicas para esse fim. Já é possível adiantar que nestes eventos será estabelecido limite máximo de público e exigido o distanciamento e uso obrigatório de máscara de proteção individual.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário