A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018

25/05/2012 08:37

Carro onde estava trio baleado pela Cigcoe foi roubado na quarta-feira

Nadyenka Castro e Luciana Brazil

Estudante chegava à universidade quando foi rendida por um assaltante. Ela reconheceu o revólver utilizado

Celta ficou danificado, com marcas de tiros e sangue. (Foto: Simão Nogueira)Celta ficou danificado, com marcas de tiros e sangue. (Foto: Simão Nogueira)
Revólveres utilizados pelos suspeitos para atirar contra os policiais. (Foto: Simão Nogueira)Revólveres utilizados pelos suspeitos para atirar contra os policiais. (Foto: Simão Nogueira)

O Celta ocupado pelos três rapazes baleados na madrugada desta sexta-feira, em Campo Grande, pela Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais), foi roubado na quarta-feira (23).

Na delegacia de Polícia Civil, a dona do carro, uma universitária de 26 anos que preferiu não se identificar, conta que o roubo aconteceu às 18h45min, logo após ela ter estacionado o veículo nas proximidades da Unaes.

“Eu virei para trás, para pegar o material da faculdade e ele chegou”, lembra a estudante. O bandido estava com arma de fogo, capacete preto, tirou a jovem do automóvel pelo braço e fugiu com o Celta.

Na madrugada desta sexta-feira, a graduanda em Ciências Contábeis foi acordada com a informação de que o carro dela havia sido recuperado. Mas, ao ver como o veículo ficou, ela não o quer mais. “Vou vender”, afirmou. “Meu carro estava tão lindinho e eles acabaram com ele.”

Segundo a estudante, o som do carro foi furtado e o veículo está muito sujo e com manchas de sangue. Ela reconheceu um dos revólveres apreendido com o trio como o utilizado no assalto e, pela descrição feita pela universitária, o bandido que a abordou provavelmente é o que foi morto.

Equipe da Cigcoe fazia rondas pela avenida dos Cafezais, quando, por volta das 2 horas, se deparou com o Celta ocupado por três jovens. Os policiais suspeitaram da situação e, pela placa, constataram que o carro era roubado.

Os militares mandaram os rapazes parar com o carro, eles não obedeceram e, segundo a Cigcoe, o passageiro, que estava no banco de trás, e ainda não foi identificado, começou a atirar contra os policiais com o revólver calibre 38. Djalma da Silva Adão, 21 anos, que estava no banco do carona, tentou dar sequência nos disparos com um revólver calibre 22, mas as 'balas picotaram'.

O motorista foi identificado como Heleno Richard Moraes Lameu, 25 anos.

Os policiais revidaram e os três ocupantes foram atingidos. Heleno foi ferido na perna e está na Santa Casa. Heleno foi baleado no braço, já recebeu atendimento médico e está preso.

O terceiro ocupante, ainda não identificado, que estava no banco traseiro, foi atingido no ombro. A projétil entrou no coração e o rapaz morreu.

Com o trio foi apreendido o revólver calibre 38 com seis cartuchos vazios e o revólver calibre 22 com sete cartuchos, alguns deles picotados até quatro vezes na tentativa de atirar contra a equipe policial. O Celta ficou com diversas marcas de tiros.

Rapaz morto em troca de tiros com Cigcoe era ex-presidiário
Diego Riquelme da Silva, 24 anos, havia saído da prisão em agosto do ano passado. Ele tem várias passagens pela PolíciaEra ex-presidiário Diego Riqu...
Rapaz morre em troca de tiros com policiais da Cigcoe no Santo Amaro
Um rapaz de 24 anos foi morto em uma troca de tiros com policiais da Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais)...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions