ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Carro submerso em estacionamento é de acadêmico de Nutrição e não tinha seguro

Proprietário de Fiat Punto usa redes sociais para agradecer apoio e sugere rifa

Cleber Gellio | 14/03/2022 08:27


O veículo Fiat Punto que chamou atenção ao ficar apenas com as lanternas traseiras de fora d’água, durante alagamento que tomou o estacionamento da Academia Bluefit, na última sexta-feira (11), em Campo Grande, não tinha seguro.

Na ocasião, a área externa do estabelecimento, localizado na Avenida Afonso Pena, ficou tomada durante a chuva de 45,4 mm que atingiu a cidade naquela tarde. O carro que ficou submerso pertence a um estudante do curso de Nutrição, de 31 anos, que prefere não ser identificado.

Momento em que chuva se intensificava durante tarde de sexta (11). (Foto: Direto das Ruas)
Momento em que chuva se intensificava durante tarde de sexta (11). (Foto: Direto das Ruas)

Nas redes sociais, o proprietário fez um vídeo em agradecimento às pessoas que se sensibilizaram com seu caso. Com perfil de dicas sobre hábitos alimentares, ele chega a afirmar que de um dia para o outro conquistou mais de 600 seguidores depois do ocorrido com seu veículo.

No retorno a uma pessoa que envia apoio, mas o indaga sobre o seguro do veículo, o futuro nutricionista comenta: “Não tenho [seguro]. Grato pela torcida”. E finaliza afirmando que, na próxima semana, dará notícias sobre a situação.

Em interações com os usuários, um seguidor sugere: “Abre uma vaquinha para quem quiser te ajudar. Eu topo”. Ele agradece ao apoio recebido e responde com outra pergunta ao comentar que dois amigos sugeriram uma rifa. “Se eu fizer, quem compra para me ajudar?”.

Leitores disseram ao Campo Grande News que no mesmo dia em que teve o carro ‘engolido' pela chuva, o dono carro postou, nas redes sociais, material descontraído do show do DJ Vintage Culture, que se apresentava na cidade. “O que faz você sentir paz? Eu estaria em prantos”, comentou internauta. O jovem responde a publicação dizendo que “desespero não resolve o problema, apenas impossibilita de encontrar alternativas para resolver a situação”.

Em contato com o Campo Grande News, o proprietário ficou de falar sobre o ocorrido, mas não retornou ligação até o fechamento desta edição.

Nos siga no Google Notícias