A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/01/2015 10:40

Centro de saúde do Guanandi será transformado em Caps, diz Olarte

Flávia Lima e Kleber Clajus
Olarte disse que reparos na unidade de saúde do Guanandi serão feitos antes de mudança para novo espaço no Jardim Leblon (Foto: Kleber Clajus)Olarte disse que reparos na unidade de saúde do Guanandi serão feitos antes de mudança para novo espaço no Jardim Leblon (Foto: Kleber Clajus)

No prazo de seis meses o CRS (Centro Regional de Saúde) do Bairro Guanandi será convertido em Caps (Centro de Atenção Psicossocial). A informação foi confirmada pelo prefeito Gilmar Olarte (PP), nesta quinta-feira (8), durante vistoria a unidade.

Com a mudança, os serviços prestados no centro regional serão transferidos para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Leblon. Esta, com 90% da obra concluída, possui investimento de R$ 4,2 milhões e contará com 22 leitos para enfermaria, 12 leitos para observação e seis para atendimentos de emergência. Com a nova estrutura, o número médio de atendimentos poderá ser ampliado de 250 para 300 diariamente.

“Em no máximo seis meses está sendo concluído um prédio novo e essa unidade vai ser transferida. Aqui vai ser reformado e estabelecido um CAPS. Hoje viemos ver o que precisa ser alterado na parte estrutural, recursos humanos, insumos e equipamentos para não prejudicar o atendimento”, pontuou Olarte, na futura unidade para atenção integral à pessoas que lutam contra as drogas e álcool.

Durante a vistoria foram constatados problemas no equipamento de Raio-X, iluminação e pintura do prédio, além de ausência de profissional da assistência social e estacionamento para servidores.

Em resposta as falhas, Olarte disse que o Raio-X teve pacientes remanejados e que a troca de uma peça necessária para o adequado funcionamento será trocada até amanhã (7). Ele ainda ressaltou que profissionais poderão ser remanejados para suprir deficiências nos quadros funcionais, reparos na estrutura e cogita contato com proprietário de área vizinha para implantação do estacionamento dos funcionários para evitar onde de furtos e roubos, especialmente durante plantões.

O progressista ainda negou que cortes nos gastos do município afetem os plantões da enfermagem, mas que os pontos eletrônicos serão implementados para fiscalizar o cumprimento da jornada de trabalho dos servidores.

Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...
Homem tem corpo queimado em acidente doméstico e morre na Santa Casa
Após dois dias internado, José Loureiro da Cruz, 49 anos, morreu por volta das 6h30 desta sexta-feira (15) na Santa Casa em decorrência de acidente d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions