A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

10/11/2014 15:23

Centro que reúne 5 delegacias está em condições precárias, diz sindicato

Renan Nucci
Teto da Cepol desabou por causa de problemas estruturais. (Foto: Divulgação/Sinpol)Teto da Cepol desabou por causa de problemas estruturais. (Foto: Divulgação/Sinpol)
Banheiro da delegacia não pode ser utilizado. (Foto: Divulgação/Sinpol)Banheiro da delegacia não pode ser utilizado. (Foto: Divulgação/Sinpol)

Problemas elétricos, hidráulicos, paredes deterioradas por causa de vazamentos, bebedouros e banheiros precários, ausência de hidrantes, de extintores, ar condicionado central estragado e teto de isopor com goteiras. Estes fatores compõem o cenário da do Cepol (Centro Integrado de Polícia Especializada) em Campo Grande, conforme denúncia do Sinpol/MS (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul). A entidade afirma que a mesma situação pode ser encontrada em delegacias do interior, como Eldorado e Porto Murtinho.

O Cepol, que atende uma média de 50 pessoas por dia, chegou a ficar 15 dias sem fornecimento de água devido a uma vazamento, deixando bebedouros e banheiros em situação precária, sem atender às necessidades básicas do ser humano. As falhas de equipamentos de segurança também preocupam. “O ar condicionado central também está estragado, o forro do teto é de isopor e o teto está com goteiras. É um risco à saúde trabalhar em condições assim”, afirma Alexandre Barbosa, presidente do Sinpo/MS.

Ele lembra que o sindicato cobra melhorias junto ao Governo do Estado que, por sua vez, promoveu reforma nas delegacias de cidades como Corumbá e Ponta Porã, no entanto, segundo Barbosa, a situação está longe da ideal. “O governo alega que não pode fazer nada já que falta recursos. Isso desmotiva o policial que muitas vezes deixa de estar com sua família para por a vida em risco no combate ao crime. A polícia está operando com o caixa no vermelho”, afirma.

A assessoria de imprensa da Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) rebate dizendo que o novo prédio da Cepol está prestes a ser inaugurado, e vai ficar na saída da Capital para Três Lagoas, próximo à sede do Garras (Grupo Armado de Resgate e Repressão a Assaltos e Sequestros). "Vai ser uma boa obra e que vai dar boas condições de atendimento à comunidade. Só espero que não demore para entrar em funcionamento", lembra Barbosa.

O centro abriga a Deops (Delegacia Especializada de Ordem Política e Social), a Polinter (Delegacia Especializada de Polinter e Capturas), a Dedfaz (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Defraudações, Falsificações Falimentares e Fazendários), Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude) e a DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídio). No próximo dia 14, o Governo, no âmbito do programa MS Forte 2, oficializa entrega de novas viaturas para delegacias do interior.

Ausência de itens de segurança como o hidrante, coloca em risco os ocupantes do prédio. (Foto: Divulgação/Sinpol)Ausência de itens de segurança como o hidrante, coloca em risco os ocupantes do prédio. (Foto: Divulgação/Sinpol)
Homem tem picape roubada em conveniência no Bairro Universitário
Homem de 27 anos teve a picape roubada em uma conveniência, por volta das 23h de ontem (14), na Avenida Guaicurus, no Bairro Universitário, região su...
Homem é agredido e sofre afundamento de crânio na Júlio de Castilho
Márcio Ferreira dos Santos, 31 anos, foi agredido e sofreu afundamento de crânio, na noite de ontem (13), na Avenida Júlio de Castilhos, em Campo Gra...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions