A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

07/02/2012 10:37

Cerca de 10 km da área central serão recapeados com recursos de R$ 9 milhões

Paula Vitorino
Asfalto da área central será recapeado. (Foto: Divulgação)Asfalto da área central será recapeado. (Foto: Divulgação)

Até o mês de abril, no máximo, as obras de recuperação do asfalto do quadrilátero central de Campo Grande serão iniciadas. De acordo com a Prefeitura Municipal, serão investidos cerca de R$ 9 milhões de recursos próprios para o recapeamento das ruas entre a Antônio Maria Coelho, Afonso Pena, 14 de Julho e Padre João Crippa.

Esta região concentra o sistema financeiro, grandes lojas, shoppings e centros comerciais, além de ser o destino diário de 100 mil usuários do transporte coletivo.

A Prefeitura ainda anunciou que será feito o recapeamento nas avenidas Bandeira e Bandeirantes, além da revitalização da Júlio de Castilho. O recurso para as obras nas três vias será do Programa de Mobilidade Urbana.

De acordo com o prefeito Nelson Trad Filho, o recapeamento do quadrilátero central integra o projeto de revitalização do Centro da cidade. As obras no local incluem o recapeamento na avenida Afonso Pena, feita pelo Estado, e a Orla Ferroviária, com investimento de R$ 3,9 milhões num trecho de 900 metros do antigo traçado da ferrovia - entre a Morada dos Bais e a Estação Ferroviária.

Estão sendo executados projetos de urbanização com calçadão, equipamentos de lazer e descanso, bancos, praça, áreas para atrações culturais, ciclovia, paisagismo e iluminação.

Também está em andamento a continuidade da Orla Morena I, entre as ruas Eça de Queiroz e Plutão, com aplicação de R$ 8,5 milhões.

Já a reforma da Praça Ary Coelho será entregue até o aniversário da cidade, garante a Prefeitura Municipal.

De família de escritores, médico lança amanhã livro com poemas
O renomado psiquiatra Marcos Estevão lança nesta quinta-feira (14) em Campo Grande o livro de poesias "Pedaços de Mim", que é um compilado de poemas....
Renegociação de dívidas com a Águas Guariroba segue sendo realizada
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Com inspiração japonesa, luzes vão iluminar compras no Centro
Iluminação especial passa a ser adotada, nesta quarta-feira (13), na região central de Campo Grande. Dezesseis estruturas de alumínio, com lâmpadas d...


Muito mais voto e proveito social teria se priorizasse as regiões onde a infraestrutura básica ainda não chegou. Não entendo (ou recuso-me a aceitar) o motivo para tais obras e sua pressa, justo em período eleitoral.
 
Fernando Silva em 07/02/2012 11:10:16
Não estou entendendo, a Julio de Castilho teve lançado um projeto de revitalização em toda a sua extensão, com toda a pompa no início das obras, que foi mostrado o projeto belíssiomo e seria cumprido em etapas. Deste projeto foi dito que a verba já estava a disposição, agora fala-se em recapeamento da Julio de Castilho. Afinal, o projeto foi balela política ou a reportagem está furada?
 
Fernando Lima em 07/02/2012 05:24:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions