A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

28/06/2011 13:31

Chico Maia nega fazer propaganda enganosa sobre dívida da Acrissul

Aline dos Santos

Presidente licenciado da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Francisco Maia negou a acusação de propaganda enganosa durante campanha eleitoral.

O comando da entidade está em disputa, com eleição marcada para 8 de agosto. Ontem, o ex-presidente da Acrissul, Laucídio Coelho Neto acusou Maia de fazer campanha enganosa sobre a situação da dívida da entidade.

O argumento do ex-presidente é que Maia renegociou e não quitou dívida de R$ 2 milhões da Acrissul com INSS, Banco Bradesco e Prefeitura, ao contrário da “dívida zero” que tem pregado.

“Não tem dívidas vencidas. E ele [Laucídio] será interpelado judicialmente e vai ter que provar”, ameaça Francisco Maia, que é candidato à reeleição. A disputa é com José Lemos Monteiro, o Zeito, que conta com o apoio do ex-presidente.

Segundo Maia, a dívida com o Bradesco, no valor de R$ 560 mil, foi renegociada e trocada por espaço publicitário. Sobre a dívida com o INSS, ele afirma que, após negociação, o valor de R$ 900 mil caiu para 600 mil e foi parcelado em 180 vezes. Maia informa que quando assumiu, a entidade tinha dividas de R$ 3,4 milhões.

A disputa pelo comando da Acrissul envolve 800 associados e um patrimônio total de R$ 60 milhões, sendo cerca de R$ 5 milhões de faturamento por ano. As gestões são de dois anos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions