A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/06/2011 15:09

TJ mantém eleição suspensa e presidente da Acrissul se licencia

Fabiano Arruda
Com licença, Maia afirmar querer garantir lisura do processo. (Foto: Arquivo)Com licença, Maia afirmar querer garantir lisura do processo. (Foto: Arquivo)
Zeito encabeça chapa A Força do Agronegócio. (Foto: Divulgação)Zeito encabeça chapa "A Força do Agronegócio". (Foto: Divulgação)

Em decisão proferida no final da manhã desta terça, o desembargador Luiz Tadeu Barbosa Silva manteve suspenso o processo eleitoral da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), ratificando decisão proferida em primeiro grau.

O desembargador deu dois motivos para a decisão. Segundo o TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), "primeiro porque a providência tomada está dentro do poder geral de cautela conferido ao julgador e, segundo, porque essa suspensão do pleito não trará prejuízo algum para a Acrissul".

Duas decisões anteriores confirmaram a paralisação do processo por entender que a chapa encabeçada pelo atual presidente, Francisco Maia, tem vantagens, como o conhecimento da lista dos eleitores, o que não ocorre com a oposição, que reclama ter negado o acesso a essas informações.

No início da tarde, nota divulgada pela Acrissul informa que o presidente da entidade, Francisco Maia, pediu licença do cargo.

Uma das justificativas da licença, publicada na nota, é para Maia “trabalhar em sua campanha de reeleição”.

Nesta manhã, Maia chegou a afirmar que aguardava a publicação da decisão para adotar as medidas, inclusive, nova data para a realização.

Com a licença, quem assume o comando da associação é o 1º vice-presidente Jonathan Pereira Barbosa, que deve nomear comissão eleitoral e convocar novas eleições.

Em outra justificativa para a licença, Maia afirma que pretende garantir “total lisura e o devido processo legal na realização das eleições”.

A eleição na Acrissul é disputada pela chapas “Gestão e Produção”, liderada por Francisco Maia, e “A Força do Agronegócio”, encabeçada pelo engenheiro agrônomo José Lemos Monteiro, o Zeito.

A briga envolve 800 associados e um patrimônio total de 60 milhões, sendo cerca de 5 milhões de faturamento por ano.

Com eleição suspensa, Acrissul aguarda decisão para definir nova data
A diretoria da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) informou, nesta terça-feira, que aguarda decisão da Justiça para definir os ...
TV suspende debate com candidatos à presidência da Acrissul
Após a juíza Gabriela Müller, da 7ª Vara Cível, reiterar a decisão mantendo suspensa a eleição da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso d...
Francisco Maia diz que chapa adversária na Acrissul tem irregularidades
Já Zeito garante que pediu detalhes do processo desde 2 de maio e não foi atendidoO presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso ...


O Chico Maia tem Projetos moderno e interessante para a ACRISSUL.. Então time que ganha não se mexe tanto que esta dando 50% pra ele conta 4% do Fundersul.
 
jorge nunes em 07/06/2011 08:09:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions