A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

03/03/2014 16:00

Chuva assusta e morador abre grade de bueiro para evitar alagamento

Edivaldo Bitencourt e Lidiane Kober
Enxurrada foi forte, mas não causou alagamento nos bairros Marcos Roberto e Nha-Nhá (Foto: Marcos Ermínio)Enxurrada foi forte, mas não causou alagamento nos bairros Marcos Roberto e Nha-Nhá (Foto: Marcos Ermínio)

Os moradores do bairro Marcos Roberto e Vila Nha-Nhá, em Campo Grande, temiam novos alagamentos e levantaram as grades dos bueiros nas ruas durante a chuva na tarde desta segunda-feira (3). A chuva foi mais forte na região localizada na saída para Sidrolândia, onde moradores ficaram atentos por temer o transbordamento do Rio Anhanduí.

Segundo o sistema de monitoramento da Prefeitura da Capital, 24,75 milímetros na região do Shopping Norte Sul Plaza. Acostumados a sofrer com alagamentos, moradores dos bairros Marcos Roberto e Nha-Nhá levantaram as tampas dos bueiros.

No entanto, o problema deve ser uma solução temporária. Ao levantar as grades, os moradores acabam liberando lixo, que entra no bueiro e pode entupir os locais. Choveu muito forte na região.

A chuva foi ainda maior no Bairro Aero Rancho, o mais populoso da Capital, onde foram 33,5 milímetros.

Enxurrada chegou a ficar forte, mas não houve incidentes (Foto: Marcos Ermínio)Enxurrada chegou a ficar forte, mas não houve incidentes (Foto: Marcos Ermínio)
Temendo alagamento, moradores levantaram as grades dos bueiros (Foto: Marcos Ermínio)Temendo alagamento, moradores levantaram as grades dos bueiros (Foto: Marcos Ermínio)

O autônomo Conceição Gonçalves da Silva, 69 anos, ficou assustado com tanta água na tarde de hoje, entre 14h30 e 15h30. “Moro há 20 anos aqui, já vi o córrego (Rio Anhanduí) subir, então fico atento”, contou ele, que também tem uma banca na Avenida Thryson de Almeida, prolongamento da Avenida Ernesto Geisel.

Outra preocupação de Conceição é o número de acidentes, que aumenta na região durante o período chuvoso. “Fiquei preocupado (hoje), mas o pior não aconteceu”, respondeu, aliviado.

O frentista de um posto de combustíveis do Conjunto Aero Rancho, Elecir Barros, 25, também ficou preocupado com a quantidade de chuva. “Já vi o córrego transbordar duas vezes”, contou.

Segundo o sistema de monitoramento, também choveu 12,25 mm na região do Córrego Prosa, que abrange os bairros Itanhangá Park, Vendas e Miguel Couto. O Córrego Prosa chegou a subir quase um metro, enquanto o Rio Anhanduí subiu 1,43 m, mas nenhum dos dois transbordou.

No Conjunto Aero Rancho, água se acumulou, mas não houve transtorno na Rua Arquiteto Vila Nova Artigas (Foto: Marcos Ermínio)No Conjunto Aero Rancho, água se acumulou, mas não houve transtorno na Rua Arquiteto Vila Nova Artigas (Foto: Marcos Ermínio)
Eventos de Natal, inauguração de igreja e obras interditam 9 ruas na Capital
A Agetran (Agência Municial de Transporte e Trânsito) informa que pelo menos 9 ruas terão o tráfego impedido neste domingo (17) em Campo Grande. O fe...
Bandidos armados com faca usam carro prata para assaltar vítimas
Dois homens armados com faca em um carro prata - com placas HTI-8594 - assaltaram ao menos duas vítimas, na madrugada deste domingo (17), no Bairro C...


No nordeste funciona a industria da seca, em Campo Grande funciona a industria das inundações.
 
juvenil marques do vale em 03/03/2014 18:14:31
Bom perto de casa não houve problemas, porém abrir os bueiros só vai piorar a situação, o lixo desce e aí entope a tubulação.
O problema maior da nossa região está na obra feita pela administração anterior que joga milhares de litros de água no anhanduí ali em frente ao Shopping, uma tubulação foi construída vindo da Salgado Filho aumentando o volume de água, mais uma obra mal feita pela péssima engenharia da prefeitura, gestão passada viu!
 
Oswaldo Ferreira em 03/03/2014 17:05:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions