A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

12/05/2012 08:55

Chuva de 42 mm provoca estragos em bairros de Campo Grande

Nadyenka Castro, Luciana Brazil e Wendell Reis

Precipitação começou na madrugada. Previsão para Mato Grosso do Sul é de fim de semana chuvoso e de temperatura baixa

Ruas ficaram repletas de lama no Parque dos Laranjais. (Fotos: Pedro Peralta)Ruas ficaram repletas de lama no Parque dos Laranjais. (Fotos: Pedro Peralta)

O sábado amanheceu com tempo fechado e diversos estragos causados pela chuva em Campo Grande. A previsão é de fim de semana chuvoso e de temperatura baixa.

Na Capital, a precipitação começou pouco depois das 5 horas, acompanhada de ventos fortes. A situação fez muita gente acordar assustada. Árvores caíram e ruas ficaram alagadas.

De acordo com informações do serviço de meteorologia da Base Aérea, os estragos são resultados de 42,6 milímetros de chuva que começou às 5h25min e de ventos de até 50Km/h.

No Parque dos Laranjais, cenário constante de estragos quando chove forte, imóveis e vias públicas ficaram repletos de água e lama. “A água desce de outros bairros”, diz o guarda municipal Willian do Nascimento, 26 anos.

A rua da casa de Willian, que não é asfaltada, ficou com muita lama, assim como a garagem da casa dele. Ele não se arriscou a tirar o carro com receio de atolar.

Com uma pá na mão, o guarda municipal conta que teve que abrir uma valeta no terreno vizinho para escoamento da água.

Amélia Rodrigues da Silva, 65 anos, acordou com o terreno da casa dela inundado. Assustada, ela diz que fez uma contenção para evitar que a água da chuva entrasse no local.

A contenção evitou inundações por muito tempo, mas, neste sábado, não. A água também entrou em uma casa, no mesmo terreno, que Amélia aluga. E foi a idosa quem alertou a moradora.

Muro precisou ser quebrado para escoamento da água e da lama. Muro precisou ser quebrado para escoamento da água e da lama.
Na casa de Germana, água, lama e correria para limpeza e para evitar mais estragos.Na casa de Germana, água, lama e correria para limpeza e para evitar mais estragos.

“A Amélia gritou para mim. Se não eu tinha perdido tudo”, fala a vendedora autônoma Germana Matias de Araújo, 53 anos.

Segundo Germana, a água subiu cinco centímetros, deixando manchas na parede e a obrigando a tirar da casa móveis e toalhas e tapetes que vende. O filho de Amélia, de 25 anos, quebrou uma parte do muro para o escoamento da água.

Há obras de drenagem no bairro e para evitar que a enxurrada chegue ao ponto onde está sendo feito o serviço, trabalhadores fizeram barreira com terra.

Houve registros de inundações também no bairro Polonês e queda de árvore na Moreninha III. Neste último caso, a planta caiu no terreno de uma escola estadual, sem dano à estrutura.

Previsão - De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), o fim de semana será de tempo chuvoso e de frio em Mato Grosso do Sul.

Para este sábado, a temperatura máxima será de 30ºC no Estado e em Campo Grande 27ºC.

Willian não tirou carros da garagem e fez valeta para escoamento da água. Willian não tirou carros da garagem e fez valeta para escoamento da água.
Maioria prefere pagar taxa de lixo em fatura separada, aponta enquete
A maioria dos leitores participantes da enquete da semana diz que prefere pagar a taxa do lixo em um boleto separado da fatura de água ou luz. O valo...
Homem é baleado nas costas enquanto caminhava na 14 de Julho
Jovem de 23 anos foi baleado nas costas enquanto caminhava na Rua 14 de Julho, no Bairro Cabreúva, em Campo Grande. Hugo Vinícius Crisanto de Lima fo...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions