A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

08/02/2012 17:34

Chuva faz temperatura cair 6 graus e alivia calorão em Campo Grande

Paula Vitorino e Jeozadaque Garcia
Pancada de chuva aliviou calorão dos últimos dias. Pancada de chuva aliviou calorão dos últimos dias.

A chuva do fim da tarde desta quarta-feira (8) foi um alívio para os campo-grandenses, que desde sábado (4) sofriam com o tempo abafado e quente, com temperaturas acima dos 30°. O refresco foi de 6 graus no termômetro, até o momento, e deve ficar maior.

De acordo com o meteorologista Natálio Abrão, a temperatura registrada em Campo Grande às 15h era de 35°C, após o início da chuva, os termômetros caíram para 29°, mas o meteorologista afirma que pode chegar até os 25° ao longo da noite.

O calorão de 35°C foi o maior registrado em Campo Grande neste ano. A pancada de chuva desta tarde é típica do verão quente, explica o meteorologista. A chuva ocorre em áreas isoladas da Capital, concentrada nas regiões leste e norte.

A previsão meteorológica para amanhã é de mais pancadas de chuva e ligeira queda na temperatura, provocadas pela chegada de uma frente fria que vem do sul do país.

“A frente fria chega a partir da tarde de amanhã e vai se juntar a áreas de instabilidade e provocar trovoadas e pancadas de chuvas do sul para o centro do Estado, seguindo até sexta-feira”, diz.

Em meio a calor e pancadas de chuva, garaparia lucra com os encalorados.Em meio a calor e pancadas de chuva, garaparia lucra com os encalorados.

Lucrando no verão - Em meio ao forte calor e as pancadas de chuva, há quem comemore o tempo quente em Campo Grande, como o vendedor de cocos Edson Vital, que tem uma barraca na esquina da 14 de Julho com a Afonso Pena há quase três anos.

“Começou o calor, aumentou as vendas. É só abrir o sol e a gente agradece”, comemora o ambulante. Na semana passada, ele vendeu quase 600 cocos. Agora, a previsão é que o número passe de 700 até o sábado.

“Vende muito, principalmente para as mulheres, já que faz bem pra pele. Algumas compram até para lavar o cabelo”, conta, surpreso.

As vendas aumentaram também para Simone Vilela, que tem uma barraca de caldo de cana também na área central da cidade. “Aumentou bastante [as vendas] desde que começou esse tempo quente. Se antes vendia seis ou sete copos, agora vende até 10”, projeta.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions