ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Chuva faz umidade saltar para 92% e temperatura cair 8°C nesta tarde

Números da estação do Inmet em Campo Grande só reforçam o que todo campo-grandense sentiu: o tempo deu um alívio

Por Nyelder Rodrigues e Aletheya Alves | 21/09/2020 16:40
Chuva na rua Ceará durante a tarde desta segunda-feira (21). (Foto: Kísie Ainoã)
Chuva na rua Ceará durante a tarde desta segunda-feira (21). (Foto: Kísie Ainoã)

Melhorou, e como, aquele calorão e tempo seco que fez todo campo-grandense sofrer no último mês. A chuva que atingiu vários bairros da capital sul-mato-grossense nesta segunda-feira (21) não foi forte - apenas no distrito de Anhanduí e na região das Moreninhas foi mais intensa - mas foi o suficiente para derrubar a temperatura.

Conforme registros do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a temperatura em Campo Grande entre às 11h e 12h chegou a marca máxima do dia, 26°C, com a umidade do ar também batendo sua pior marca nesse mesmo horário: 50%.

Entretanto, a chegada da chuva fez com que os números tivessem sensível melhora, assim como a qualidade do ar. Entre 15h e 16h, a última aferida pela estação do Inmet na cidade, a temperatura caiu 8°C, chegando aos 18°C nessa faixa horária.

Já a umidade relativa do ar soltou para impressionantes 92% - um aumento de quase metade. Aliado a isso, as rajadas de vento em Campo Grande chegaram aos 41,7 km/h. Elas foram as responsáveis por trazer a chuva e o tempo fresco nesta segunda-feira.

Leidnara Prates de Souza comenta que, mesmo em pequena quantidade, a chuva é comemorada. (Foto: Paulo Francis)
Leidnara Prates de Souza comenta que, mesmo em pequena quantidade, a chuva é comemorada. (Foto: Paulo Francis)

De acordo com o meteorologista Natálio Abrão, pelo que foi possível verificar até o momento, a chuva somou apenas 1 mm em Campo Grande. Pouco antes da chuva passar pela região da Vila Progresso, na avenida Eduardo Elias Zahran, Leidnara Prates de Souza, de 41 anos, comenta sobre o alívio que veio com a mudança climática.

"Acabei de sair do serviço e vim esperar ônibus. Graças a Deus a chuva está vindo, nem precisa ser forte, só assim já é muita coisa. Foi muito tempo seco e calor, agora é alegria".

No interior, os números são mais sólidos. Em Dourados, o registro é de 21,3 milímetros. A chuva também foi a novidade do dia em Rio Brilhante, com 11,5 milímetros, Caarapó e Itaporã, com 6,4 milímetros e 18,4 milímetros, respectivamente. Fecham a lista Angélica, com 16,2 milímetros, e Sidrolândia, que registrou chuva de 2,6 milímetros.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário