ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, TERÇA  01    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Chuva forte faz setembro superar média histórica em Campo Grande

Por Aline dos Santos | 21/09/2012 09:22

Choveram 69 milímetros hoje na cidade

Chuva provocou alagamento na Assaf Trad. (Foto: Simão Nogueira)
Chuva provocou alagamento na Assaf Trad. (Foto: Simão Nogueira)

A pancada de chuva forte que atingiu Campo Grande nesta sexta-feira já fez o mês de setembro superar a média histórica de precipitação. Hoje, até as 8h40, choveram 69 milímetros.

Somado à chuva dos últimos dias, setembro contabiliza índice pluviométrico de 106 mm, enquanto o previsto para o mês eram 65 milímetros e a média histórica é de 78,2 mm. Nesta sexta-feira, o vento chegou a 62 km/h.

De acordo com o meteorologista Natálio Abrahão, a chuva forte atinge todas as regiões do Estado, com exceção de Corumbá e Ladário, que acumulam 2 milímetros. A região do Pantanal enfrentava estiagem de mais de 80 dias.

Conforme o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), um forte sistema de instabilidade atua sobre o Mato Grosso do Sul. As chuvas cessam no sábado e o final de semana terá sol em todo o Estado.

Estragos e fogo – A chuva forte provocou alagamentos, explosão em uma subestação de energia e muita confusão no trânsito. O Corpo de Bombeiros identificou alagamentos no bairro José Abrão, no Monte Castelo, no conjunto Otávio Pécora, na região do bairro Nova Bahia e no Parque dos Laranjais.

Na avenida Cônsul Assaf Trad, um carro ficou parado em meio ao alagamento. No Rádio Clube Campo, o lago transbordou.

Um raio provocou explosão e incêndio na subestação Miguel Couto em Campo Grande. Apesar da chuva densa, se formou uma espessa nuvem preta que encobriu a região em um raio de pelo menos mil metros. Vários bairros estão sem luz.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário