A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

09/04/2012 17:15

Chuva rápida alaga residências em bairros de Campo Grande

Nadyenka Castro e Viviane Oliveira

Defesa Civil emitiu alerta de temporal para a Capital

Bombeiros foram acionados para escoar água na casa de Jaime, no Taquaral Bosque. (Fotos: João Garrigó)Bombeiros foram acionados para escoar água na casa de Jaime, no Taquaral Bosque. (Fotos: João Garrigó)

A chuva rápida que caiu sobre Campo Grande na tarde desta segunda-feira alagou residências.

No bairro Taquaral Bosque, na casa de Jaime Nery, 56 anos, foi inundada. O marceneiro conta que a água subiu 70 centímetros e foi preciso quebrar a parede de um dos quartos para o escoamento.

Segundo Jayme,a esposa dele saiu do imóvel levando documentos e roupas. E, de acordo com ele, foi só isso que foi salvo, o restante - móveis, objetos, eletrodomésticos - ficou danificado.

A casa de Jayme fica na rua Simões, que conforme os moradores, inunda na maioria das vezes que chove. Para eles, isso acontece porque a via é mais baixa que outras e falta escoamento. “Aqui não tem uma casa que não foi alagada”, fala o encanador Sidneyy Aparecida Barbosa, 70 anos.

Sidneyy mora há 10 anos no local e diz que antes da via ser asfaltada não havia problemas de alagamento.

Uma das residências constantemente alagada é a da empregada doméstica Valdenir Silva dos Santos, 33 anos. Ela já foi personagem de várias matérias sobre temporal e recortou algumas, colou em uma cartolina e, segundo ela, a intenção é mostrar às autoridades.

Mata do Jacinto - No bairro próximo ao Taquaral Bosque, o alvo das inundações é sempre a casa da aposentada Veridiana Vieira de Arruda, 77 anos.

O imóvel fica na rua Lucas Evangelista Leite, no encontro com a João Gutierrez, que é íngreme. Por causa disso, sempre que chove a casa de Veridiana é alagada.

Jaime em meio à inundação. Parte da água já havia escoado.Jaime em meio à inundação. Parte da água já havia escoado.

Sabendo disso, um neto dela, que mora perto, liga toda vez a chuva fica mais forte. Nesta segunda-feira não foi diferente. “Ele me ligou e eu disse: meu filho, estou em cima do sofá e a casa está toda alagada”, fala a idosa.

O neto de Veridiana ligou para o Corpo de Bombeiros, mas, quando os militares chegaram a água já havia escoado. Já na casa de Jaime, no Taquaral Bosque, foi preciso usar equipamentos para tirar a água.

Alerta - A Cedec (Coordenadoria Estadual de Defesa Civil) emitiu alerta para ocorrência de chuva moderada a forte com trovoadas e rajadas de ventos ocasionais.

A Defesa Civil recomenda a população para evitar áreas de alagamentos e para o risco de queda de árvores, deslizamentos de encostas, morros e barreiras. Além disso, evitar a trafegar em ruas sujeitas a alagamentos localizados, e também lugares que ofereçam pouca ou nenhuma proteção contra ventos fortes.

Previsão - Segundo informações do meteorologista Natálio Abrahão Filho, pode chover também nesta terça-feira em Campo Grande e outros municípios de Mato Grosso do Sul. O sol predomina pela manhã.

De acordo com Natálio, à tarde as nuvens aumentam e pode chover em várias cidades.



Gente mas sempre essa casa vai ser inundada, da uma olhada no nivel da casa, em relação ao nível da rua, está a 1 metro de difernça.
E tem também a questão de quanto mais asfalto, mais problemas.
 
Mariana Gomes em 10/04/2012 08:34:10
Para mim isso é só mais um descaso com a população, uma falta de respeito, pagamos nossos impostos para quê?
Como foi dito na matéria, a dona Valdenir ja virou personagem principal de várias reportagens, sempre pelo mesmo motivo, moro em Brasília-DF, minha Mãe é vizinha e amiga da dona Valdenir, fica minha pergunta às Autoridades de Campo Grande... " Até quando isso vai continuar acontecendo?"
 
Lilian dos Santos Prado em 09/04/2012 07:23:58
Economizou na hora de fazer o aterro, agora perde muito mais...
 
Filipe Alberto em 09/04/2012 07:20:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions