A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

13/12/2014 10:31

Chuvas ampliam crateras e causam transtornos em bairros da Capital

Alan Diógenes
Morador mostra erosão no meio da rua que atrapalha o tráfego de veículos. (Foto: Marcelo Calazans)Morador mostra erosão no meio da rua que atrapalha o tráfego de veículos. (Foto: Marcelo Calazans)
Fernanda não consegue passar por ruas do Cidade Morena com o carrinho de bebê. (Foto: Marcelo Calazans)Fernanda não consegue passar por ruas do Cidade Morena com o carrinho de bebê. (Foto: Marcelo Calazans)

Com o início da temporada de chuvas, em outubro deste ano, os buracos ganham novas dimensões e voltam a causar transtornos para os moradores dos bairros de Campo Grande. Crateras tomam contas de ruas nos bairros Cidade Morena e Jardim Noroeste. Veículos e até pedestres ficam impossibilitados de passar pelos locais devido ao risco de acidentes.

Na Rua Buenópolis, no Cidade Morena, atrás da Escola Estadual Professora Izaura Higa, somente uma cratera tem cerca de 30 metros e ninguém consegue passar. Desatentos, idosos e crianças já sofreram quedas no local.

É o que conta a dona de casa Nilda Abigail Gazal de Oliveira, 38 anos. “É impossível um carro de passeio passar por aqui, um ônibus ou um caminhão, que são maiores, piorou. Essa cratera existe há uns cinco anos. Já vi várias crianças saírem da escola e caírem aí dentro. Esses dias eu ajudei um senhor que caiu com um carrinho de sucata”, comentou.

Já a auxiliar de produção Fernanda de Oliveira Gadeia, 20, tem dificuldade de passar pelo local com o carrinho de bebê. “Eu tenho que passar por outras ruas com minha filha de 2 meses por que aqui é impossível de andar. Na época de chuva então piora ainda mais”, destacou.

No mesmo bairro, na Rua Inconfidente, o problema é o mesmo. O mecânico João Silva dos Santos, 37, falou que ele e os vizinhos não conseguem sair de casa por causa de um buraco que se formou em frente a sua casa. “Tenho que arrumar meu veículo direto por conta destes buracos. Esses dias uma mulher veio pegar o filho na escola, não conseguiu ver o buraco e caiu dentro dele. O carro dela ficou destruído”, mencionou.

 

Buracos cresceram ainda mais com a água das chuvas. (Foto: Marcelo Calazans)Buracos cresceram ainda mais com a água das chuvas. (Foto: Marcelo Calazans)

Ele disse que a previsão de início para as obras de pavimentação estavam previstas para acontecer em março deste mesmo ano. “O prefeito disse que iria fazer asfalto aqui ainda neste ano, mas até agora não mexeram em nada. Vamos esperar, quem sabe o ano que vem”, explicou.

As Ruas Pioneiro Machado e Independência, no Jardim Noroeste, as erosões chegam a ter meio metro de profundidade. Elas se formaram em frente à uma área onde a prefeitura iria levar as famílias da favela Cidade de Deus. A moradora Stephanie Renata, 19, contou que o perigo é maior para que não conhece a região. “Quem não sabe dos buracos acabam caindo dentro. O pior é que eles queriam trazer mais gente para morar nestas ruas”, finalizou.

O Campo Grande News entrou em contato com a Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação), na noite de quarta-feira (10), para saber qual providência será tomada quanto aos buracos, mas não teve retorno até a publicação desta matéria.

No Jardim Noroeste a água da chuva que desce da parte alta abriu crateras no meio das vias. (Foto: Marcelo Calazans)No Jardim Noroeste a água da chuva que desce da parte alta abriu crateras no meio das vias. (Foto: Marcelo Calazans)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions