ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  03    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Ciclista sofre mal súbito e morre na rua após 50 minutos de massagem cardíaca

O pedreiro Reinaldo Rodrigues Vieira, 43 anos, seguia para o trabalho na manhã desta 3ª feira

Por Aline dos Santos e Bruna Marques | 16/03/2021 08:19
Ao fundo, equipe do Samu tenta reanimar vítima de mal súbito, que seguia de bicicleta para o trabalho. (Foto: Henrique Kawaminami)
Ao fundo, equipe do Samu tenta reanimar vítima de mal súbito, que seguia de bicicleta para o trabalho. (Foto: Henrique Kawaminami)

O pedreiro Reinaldo Rodrigues Vieira, 43 anos, sofreu mal súbito, caiu da bicicleta em que seguia para o trabalho, passou por 50 minutos de manobra de reanimação, mas morreu no meio da Rua Pedro de Toledo na manhã desta terça-feira (dia 16).

Conhecido na Vila Piratininga, bairro onde mora, as pessoas logo reconheceram o ciclista e ligaram para a família.

A empregada doméstica Cláudia Aparecia Vieira, 45 anos, conta que chegou ao local junto com os bombeiros e acompanhou a tentativa de socorro ao irmão. Foi quase uma hora de massagem cardíaca, procedimento feito por bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

“Foi uma fatalidade. Ele tinha epilepsia, mas há dez anos não tinha crise. Estou arrasada. É um sentimento que não sei o que fazer. O que fica são as boas lembranças e os bons momentos. Não fumava, não bebia e estava fazendo academia”, diz Cláudia.

Reinaldo era casado e tem duas filhas, de 10 e 18 anos. De acordo com informações do Samu, a causa da morte foi parada cardiorrespiratória. A perícia é aguardada no local.

Irmã de Reinaldo, Cláudia (ao centro) acompanhou manobra de ressuscitação. (Foto: Henrique Kawaminami)
Irmã de Reinaldo, Cláudia (ao centro) acompanhou manobra de ressuscitação. (Foto: Henrique Kawaminami)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário