A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

04/06/2013 08:29

Ciptran intensifica blitzes nas ruas e apreende 10 veículos por dia

Aliny Mary Dias

Em uma semana de fiscalização, 72 veículos foram apreendidos nas ruas de Campo Grande pela Ciptran (Companhia Independente de Polícia Militar de Trânsito). De acordo com o comandante Alírio Vilassanti, as blitzes estão sendo feitas no Centro e nos bairros e a média de apreensões de veículos tem sido de 10 a 15 por dia.

A intensificação nas ações começou na segunda-feira (27) e terminou na noite do último domingo (2). Vilassanti explica que o maior objetivo da fiscalização é diminuir o número de acidentes de trânsito na Capital.

“Nossa prioridade é salvar vidas, começamos na última semana em razão do feriado e do grande movimento nas ruas, mas estamos continuando com as ações”, afirma o tenente coronel.

O comandante explica que a média de apreensões de veículos é variável, mas o número de 10 a 15 veículos apreendidos por dia é o número aceitável para capitais. “É um número comum para os dias de hoje, muitas vezes o número de apreensões não é o principal e sim o trabalho de prevenção”, completa Vilassanti.

Fiscais da Agetran (Agência Municipal de Trânsito) também participaram das ações e expediram 233 multas. A maioria delas ocorreu por irregularidades nos veículos ou nas carteiras de habilitação e licenciamento.

Além das apreensões e multas, 10 motoristas foram detidas por dirigir embriagados. Os condutores deverão pagar multa de R$ 1,9 mil e tiveram as carteiras recolhidas. Todos foram encaminhados para delegacias da Capital.

Vilassanti explica que as regiões de maior fiscalização na última semana foram os bairros da região norte, incluindo as Moreninhas e também os altos da avenida Afonso Pena. Segundo a Ciptran, as blitzes continuarão em várias regiões da cidade e os bairros são escolhidos por meio de um mapeamento prévio feito pela Ciptran.

 



A estimativa é que 30% dos veículos em Campo Grande não tem documentos. Especialmente motos na periferia. Diante esta informação, o numero de apreensões é baixíssima. E mais... se é para fazer algo para reduzir o numero de acidentes, coloca um policial disfarçado, e com radio, num cruzamento com sinal no centro. No próximo cruzamento, policial fardado, que prende TODOS que furaram o sinal anterior (alias, sera preciso um equipe de vários policiais para isso, um só não vai dar conta). Pois é esta a infração que mais causa acidentes na cidade, mas também é um tipo de infração que é menos reprimida, por falta de fiscalização.
 
Marcos da Silva em 04/06/2013 10:51:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions