A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

28/05/2014 11:52

Com 112 bairros, região do Bandeira quer combate a roubos e ligação viária

Aline dos Santos e Kleber Clajus
Câmara recebe hoje quarta audiência com líderes de bairros. (Foto: Kleber Clajus)Câmara recebe hoje quarta audiência com líderes de bairros. (Foto: Kleber Clajus)

Violência no Maria Aparecida Pedrossian, ligação viária nas Moreninhas, obras de drenagem nos bairros Cristo Redentor e Estrela Parque. A lista de problemas foi repassada hoje por líderes comunitário da região do Bandeira durante audiência pública na Câmara Municipal de Campo Grande.

A reunião foi com representantes das secretarias municipais e vereadores. Já na quarta edição, a audiência, mais uma vez, teve o interesse de poucos parlamentares. Nove dos 29 vereadores acompanharam o debate. A região do Bandeira tem 112 bairros e 113 mil moradores.

Presidente da Associação de Moradores do Maria Aparecida Pedrossian, Jânio Batista de Macedo reclamou da insegurança. “Tem farmácia sendo roubada toda semana”, disse. A escalada da violência no bairro já foi mostrada pelo Campo Grande News.

Jânio afirmou que procurou o comando da PM (Polícia Militar), que informou que o 10º Batalhão atende uma área muito extensa. Conforme o presidente do bairro, o mesmo grupamento é responsável pelas regiões do Bandeira e Anhanduizinho. Nesta segunda região também se insere, por exemplo, o Aero Rancho, bairro mais populoso da cidade. Segurança pública é atribuição do governo do Estado.

A ativação da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Moreninha foi cobrada pelo presidente do Conselho Gestor de Saúde da região Leste, Jurandyr Domingues de Oliveira. Ele também cobrou a ligação das Moreninhas ao Centro.

"Passando pelo bairro Rouxinóis e avenida Guaicurus”, disse. Segundo Jurandyr, a falta do acesso emperra a instalação de shopping. Na questão viária, ele solicitou reordenamento do tráfego na entrada do bairro e o viaduto na rotatória da avenida Interlagos.

Presidente do Conselho Regional do Bandeira, José Humberto da Silva sugeriu que as lideranças recorram direto ao Ministério das Cidades, caso os pedidos não fossem atendidos. Ele ainda questionou a baixa adesão dos vereadores. “Deve ser mais clara a justificativa para não participarem”, disse.

Conforme José Humberto, também é necessário concluir os Ceinfs (Centro de Educação Infantil) no Oiti, Perdizes e Moreninhas. Além de asfalto no corredor de ônibus do Lagoa Dourada e Cristo Redentor.

Vereadores – Nove vereadores permanecem em plenário na maior parte da audiência: Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB); Chiquinho Telles (PSD); Edson Shimabukuro (PTB); Otávio Trad (PTdoB); Gilmar da Cruz (PRB); Ayrton Araújo (PT); Zeca do PT; Luiza Ribeiro (PPS); e Mário César (PMDB). Passaram pela audiência Magali Picarelli (PMDB) e Ademar Vieira Júnior, o Coringa (PSD). Eduardo Romero (PTdoB) chegou atrasado. Conforme Carlão, que conduz a audiência, os faltantes deverão justificar a ausência.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions