A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

05/12/2013 07:59

Com 500 cartas “órfãs” na Capital, Correios pedem "ajuda" a Papai Noel

Aline dos Santos
Cartinhas trazem os sonhos de Natal das crianças. (Foto: Marcos Ermínio)Cartinhas trazem os sonhos de Natal das crianças. (Foto: Marcos Ermínio)

O Papai Noel dos Correios precisa de voluntários para que 511 cartinhas sejam adotadas até às 12h de sábado, dia 7, prazo final da campanha que leva presente para as crianças.

Em Campo Grande, foram cadastradas 4.897 correspondências, das quais 4.386 obtiveram padrinhos. Os interessados devem procurar a Agência Central, localizada na avenida Calógeras, 2309. A entrega dos presentes na agência deve ser feita até 14 de dezembro.

Em Mato Grosso do Sul já são 10.128 cartas cadastradas e 7.330 adotadas (72,37%). No Estado, serão atendidas 21 instituições.

Em 2012, foram 10.026 cartas selecionadas em Mato Grosso do Sul, sendo 8.682 atendidas (87% de adoção) por 2.831 padrinhos-voluntários. Na Capital foram 4.545 cartas selecionadas no ano passado, sendo 94% delas adotadas.

A adoção de cartas da campanha é feita da mesma maneira em todo o Brasil: as cartas enviadas pelas crianças são lidas e selecionadas. Em seguida, disponibilizadas para adoção na casa do Papai Noel ou em outras unidades da empresa.

Os presentes são entregues pelos padrinhos nos pontos divulgados pelos Correios para que posteriormente a entrega seja feita pela ECT.



Diversas empresas privadas e órgãos públicos participam da campanha todos os anos. Hoje, quando fui à agência adotar uma carta, havia bem umas vinte pessoas lá, lendo e adotando cartas. Tinham muitos desses presentes aí, caros. E o que eles fizeram? Uma cota, uma vaquinha para comprar bicicleta e essas coisas. Como foi dito aí, quem quer, dá um jeito, quem não, dá uma desculpa. Fico o ano todo juntando um dinheirinho do meu salário pra no final do ano poder adotar as cartas. Faço isso desde os 19 anos, no meu primeiro emprego. Hoje tenho 31. Presente caro pro seu padrão? Poupa ou faz cota com um grupo de amigos/parentes/colegas.
 
Francisco Pedro de Albuquerque Silva em 05/12/2013 15:13:43
Concordo com a Gabriela, pois fui nos correios e consegui achar apenas uma cartinha que a criança pedia uma bola, nas outras era só presentes tecnológicos, as crianças de hoje em dia não brincam mais como antigamente.
 
Juliana Alves em 05/12/2013 13:21:57
Passei duas horas no correio ontem, não consegui adotar nenhuma cartinha... só tinha pedidos do tipo: Xbox, Playstation 3, patinete motorizado, avião e helicóptero de controle remoto, tablet, celular digital, computador, casa da Polly pocket original... O mais barato ultimamente é bicicleta e mesmo assim, é caro pra caramba! Não vi uma cartinha pedindo brinquedo barato, bola, boneca... fiquei triste! Esse ano vou mudar a técnica.. vou comprar brinquedo e doar pra alguma instituição que entrega em comunidade carente...
 
Gabriela de Freitas em 05/12/2013 11:42:04
quem quer, faz. quem não quer, arruma uma desculpa. (sabio ditado)
peguei uma e ainda fiz um outro amigo pegar outra. vale a pena. temos muito a agradecer e pouco a pedir!
 
gustavo oliveira em 05/12/2013 11:41:18
concordo com a Cristine Amaral, é meio complicado se deslocar dos bairros p/ ir buscar uma cartinha dessas, ainda mais p/ quem trabalha e não tem carro, somente de busão p/ chegar até a cidade, minha sugestão seria se essas 'cartinhas', pedidos fossem disponibilizados na internet, pode ser no site dos correios mesmo, assim podemos escolher a qual podemos ajudar e aqui mesmo na net, escolher e depois levar a doação nos correios ou em outro local. Muito mais fácil e prático. Fica a dica....
 
ILSA RITA em 05/12/2013 10:56:17
Cristine Amaral, se você estiver mesmo a fim de ajudar, dará um jeitinho. Por exemplo, pode pedir para algum familiar ou amigo ir la pegar a cartinha em teu nome. Por outro lado, também tenho vontade de ajudar, mas já apoio outros projetos.
 
Fernando Silva em 05/12/2013 10:16:26
Não costumo pegar cartinha nos correios, porque todo ano faço as doações de brinquedos na igreja Perpétuo Socorro, onde minha esposa frequenta.
Mas acho que todos nós devemos levar um pouco de alegria para as crianças.
Sendo assim, faço um apelo: "COLABORE COM AS CRIANÇAS, COMPRE E DISTRIBUA PRESENTES, SEU CORAÇÃO VAI FICAR FELIZ COM ESTA ATITUDE'.
Parabéns aos Correios pela participação na campanha das cartinhas.
Obrigado ao Campo Grande News por divulgar nossos pensamentos e nossas idéias.
 
VALDIR VILLA NOVA em 05/12/2013 09:03:11
Adoraria poder ser madrinha de uma ou mais crianças o problema é a falta de tempo de ir ate a agencia central dos correios trabalho o dia todo com uma hora p almoço ajudaria muito se as cartas fossem distribuídas em outros pontos ou melhor agencias tenho certeza que muitas pessoas passam pelo mesmo problema q eu falta de tempo de ir ate a agencia central...quem sabe ano q vem não abrem outros pontos para as cartinhas.....
 
cristine amaral em 05/12/2013 08:46:44
Tenho como sugestão fazer campanhas em empresas. Ano passado na empresa onde meu marido trabalha cada funcionário adotou uma cartinha e este ano não teve nada disso... Acho que pode ser uma alternativa boa.
 
Simone de Farias em 05/12/2013 08:43:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions