ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  24    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Com 7 denúncias por dia, sindicato apura queixa contra loja por risco de covid

Sindicato dos Comerciários apurou denúncia de mãe de funcionário, em que colegas dele estariam trabalhando infectados com covid

Por Silvia Frias e Clayton Neves | 04/12/2020 11:35
Fiscalização verificou denúncia contra loja esta manhã, em Campo Grande (Foto: Marcos Maluf)
Fiscalização verificou denúncia contra loja esta manhã, em Campo Grande (Foto: Marcos Maluf)

O Sindicato dos Comerciários de Campo Grande fez fiscalização na loja Riachuelo, no centro da cidade, após denúncia de que havia funcionário em atividade e com covid-19. Por dia, a entidade recebe 7 denúncias semelhantes, desde novembro.

A fiscalização foi até a loja depois de receber a denúncia de uma pessoa que se identificou como mãe de funcionário e que todos estariam sendo obrigados a trabalhar com colegas infectados. Também havia reclamação sobre a saída de emergência de uma da portas.

A diretora financeira do sindicato, Rubia Maria Santana, conversou individualmente com funcionários que estavam na loja, por cerca de uma hora em nada foi constatado que atestasse a denúncia. Os trabalhadores relataram que são afastados em caso de suspeita da doença e somente voltam depois da apresentação de exame negativo para a doença ou, em caso de confirmação, após liberação médica.

O presidente do sindicato, Carlos Sérgio dos Santos, constatou que havia álcool em gel à disposição e circulação de clientes sem tumulto. A única ressalva é que não havia medidor de temperatura em uma das entradas. “É preciso verificar denúncia antes de qualquer medida, pois pode ser fake news de funcionário insatisfeito”.

A nova diretoria se reorganizou a partir de novembro, iniciado fiscalização das denúncias recebidas. Em média, são 7 por dia desde novembro. Dessas, Santos disse que algumas “são infundadas”, mas não quantificou quais tinham fundamento. Nesses casos, a empresa é notificada a regularizar a situação.

A reportagem entrou em contato com a assessoria da Riachuelo sobre os procedimentos de biossegurança e aguarda retorno.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário