A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

29/03/2018 09:40

Com arma na cabeça, casal é surpreendido por dupla armada ao fechar restaurante

Esposa da vítima chegou a solicitar os documentos, mas teve revólver direcionado para o rosto; Bandidos fugiram com cerca de R$ 4 mil

Danielle Valentim e Bruna Kaspary
Casal é proprietário de um restaurante localizado na Avenida das Bandeiras e o assalto ocorreu logo após o fechamento do comércio. (Foto: Bruna Kaspary)Casal é proprietário de um restaurante localizado na Avenida das Bandeiras e o assalto ocorreu logo após o fechamento do comércio. (Foto: Bruna Kaspary)

Donos de um restaurante, na Avenida Das Bandeiras, no Jardim Jóquei Clube, em Campo Grande, foram rendidos por uma dupla armada durante o fechamento do comércio, a meia noite de hoje (29). Apontando a arma para a cabeça e rosto das vítimas, os bandidos levaram todo o dinheiro da venda.

O casal é proprietário de um restaurante localizado na Avenida das Bandeiras e o assalto ocorreu logo após o fechamento do comércio. Eles chegavam em casa, que fica a uma quadra do comércio, quando os bandidos chegaram.

A esposa, que estava com todo o dinheiro do caixa na bolsa, contou ao Campo Grande News que esperava o marido jogar o lixo - da noite de serviço - em um container em frente ao imóvel, quando um dos bandidos chegou. “Ele apareceu do nada, encostou a arma na cabeça dele (marido) e pediu para passar tudo”, disse.

O homem - primeiro a ser rendido - afirmou não estar com dinheiro, então, o autor exigiu a bolsa da mulher, que solicitou os documentos, mas teve a arma direcionada para seu rosto. O assaltante chegou a dizer que jogaria todas as coisas fora, mas que era para passar tudo.

Valor estimado - Na noite do crime, o restaurante havia realizado promoção em que o self service de espetinhos, de R$ 18 saía por R$ 15. A arrecadação totalizou cerca de R$ 4 mil.

“Eles estavam bastante nervosos, principalmente, o que ficou longe. Acho que ele é conhecido nosso. Não foram violentos”, disse a mulher.

O casal lembrou que toda noite os filhos, de 3 e 8 anos, os acompanham. Mas pelo movimento da promoção, as crianças haviam ficado com uma babá.

Segundo as vítimas, um comparsa esperou o criminoso próximo ao local. Não há câmeras de vigilância nas proximidades.

(Matéria editada às 10h20 para inclusão de informação)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions