ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Homem foge da policia com esposa grávida e filha de 3 anos no carro

A gestante, de 23 anos, passou mal e precisou ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros após o fim da perseguição

Por Adriano Fernandes | 30/10/2020 23:17

Com a esposa grávida e a filha de 3 anos dentro do carro, um homem 30 anos, saiu em disparada por diversas ruas da Vila Nhanhá enquanto fugia da Policia Militar na noite desta sexta-feira (30), em Campo Grande. Com o fim da perseguição a mulher, de 23 anos, passou mal e precisou ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros. Já o rapaz foi preso em flagrante.

Conforme o registro policial sobre o caso o suspeito conduzia um veículo Gol, e desobedeceu às ordens de parada dos policiais, próximo ao cruzamento da Avenida Manoel da Costa Lima com a Avenida das Bandeiras. Os agentes tentaram parar o condutor, pois o veículo tinha as mesmas característica de um Gol que havia sido tomado em assalto.

No entanto, o suspeito iniciou a fuga pela Bandeiras em alta velocidade, furou semáforos e até andou na contramão da via, colocando em risco outros condutores e pedestres além da própria família. Para tentar despistar os policiais o homem entrou em alta velocidade por uma das ruas da Vila Nhanhá e quase atropelou moradores. Ele só foi alcançado no cruzamento das Ruas Luiz Louzinha com a Ranulfo Correa.

Dentro do carro estava o condutor,  aparentemente sob efeito de drogas, a sua esposa e sua filha de três anos de idade. A jovem passou mal e foi encaminhada para uma unidade de saúde e a criança para a casa de uma tia, irmã do condutor do veículo.

Ainda conforme o registro policial o veículo está com restrição administrativa e foi encaminhado para o pátio do Detran. Já o suspeito foi encaminhado para este Depac Cepol e autuado por desobediência, direção perigosa e conduzir por veículo sem CNH.

Apesar dele ter aparentado estar sobre efeito de drogas, os policiais militares não fizeram teste do bafômetro, já que o homem "não apresentava sinais de embriaguez".

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário