A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019

02/07/2019 18:31

Com “faça você mesmo”, mais 16 casas são entregues no Bom Retiro

Unidades foram construídas pelos moradores por meio de projeto de qualificação profissional

Jones Mário
Novas unidades do Loteamento Bom Retiro, localizado na região norte de Campo Grande (Foto: Jones Mário)Novas unidades do Loteamento Bom Retiro, localizado na região norte de Campo Grande (Foto: Jones Mário)

Mais 16 casas do Loteamento Bom Retiro foram entregues hoje por prefeitura de Campo Grande e governo do Estado. Localizadas na Vila Nasser, região norte da Capital, as unidades foram construídas pelos agora moradores e fazem parte do projeto Ação Casa Pronta, encabeçado por Emha (Agência Municipal de Habitação) e Funsat (Fundação Social do Trabalho de Campo Grande) por meio do Proinc (Programa de Inclusão Profissional).

Agora, 55 das 136 residências previstas pela iniciativa já estão prontas. A Agehab (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul) investiu R$ 2,3 milhões para a compra dos materiais utilizados para a construção das últimas 16 casas entregues. A área do loteamento foi viabilizada pela prefeitura.

Os contemplados com as unidades vivam na favela Cidade de Deus, no Bairro Dom Antônio Barbosa, como o agora carpinteiro e pintor Ramão Paredes Rocha, 51 anos. Antes, ele trabalhava em fazendas do interior do Estado.

“A gente participou da construção de todas as casas. Eu pintei a minha e várias outras”, disse Rocha após receber as chaves. “O lado bom é que já saio qualificado em duas profissões, carpinteiro e pintor”, continuou.

Prefeito Marquinhos Trad participou da entrega das chaves aos novos moradores (Foto: Jones Mário)Prefeito Marquinhos Trad participou da entrega das chaves aos novos moradores (Foto: Jones Mário)

Os beneficiados passaram por cursos de capacitação em diversas áreas da construção civil, como alvenaria, marcenaria, encanamento e elétrica. A Funsat coordenou a qualificação, enquanto engenheiros e arquitetos da prefeitura acompanharam as obras.

Durante a capacitação, os contemplados receberam bolsa-auxílio no valor de um salário mínimo, além de cesta básica. De acordo com a Funsat, os cursos aos moradores começaram a ser ministrados em julho de 2017.

As casas têm 46,07 metros quadrados de área construída, dividida em sala, dois quartos, cozinha, banheiro e espaço externo.

Participaram do evento de entrega das chaves aos moradores das 16 unidades o prefeito Marquinhos Trad (PSD) e os diretores-presidentes da Emha, Enéas José de Carvalho Neto; da Agehab, Maria do Carmo Lopez; e da Funsat, Cleiton Franco.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions