A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Abril de 2019

26/11/2018 17:57

Reinaldo e Marquinhos entregam novas casas a moradores do Bom Retiro

Foram entregues 15 moradias de um total de 136 para ex-moradores da Cidade de Deus; mão de obra local foi qualificada para atuar nas obras

Humberto Marques e Mayara Bueno
Prefeito e governador participaram da entrega das primeiras moradias no Bom Retiro. (Foto: Paulo Francis)Prefeito e governador participaram da entrega das primeiras moradias no Bom Retiro. (Foto: Paulo Francis)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o prefeito Marquinhos Trad (PSD) participaram na tarde desta segunda-feira (26) da entrega de 15 casas de um total de 136 que integram o Residencial Bom Retiro, na região da Vila Nasser, em Campo Grande. Os imóveis foram construídos pelos próprios moradores, que antes viviam na favela Cidade de Deus, e receberam qualificação na área de construção civil.

“Eram pessoas em situação de extrema vulnerabilidade, que vieram da antiga Cidade de Deus e puderam ter oportunidade de construir e aprender um ofício”, afirmou Marquinhos, reforçando que essa mão de obra será aplicada na construção destas e de outras casas que abrigarão os ex-moradores da favela –hoje vivendo em áreas no Vespasiano Martins, José Teruel e Jardim Canguru.

“Agora eles são profissionais, marceneiros, azulejistas, serventes. Homens e mulheres com habilidades”, reforçou o prefeito. Reinaldo reforçou essa característica do projeto habitacional. “É um grande ganho nessa parceria, na qual prefeitura e governo assumiram uma parte e os moradores conseguiram aprender um novo ofício”, destacou.

No convênio, coube ao governo estadual o aporte de R$ 4,9 milhões para compra de materiais e ferramentas. “Os valores estão sendo depositados aos poucos, assim que derem andamento às obras”, declarou Maria do Carmo Avesani, diretora-presidente da Agehab (Agência Estadual de Habitação Popular). Já a prefeitura se responsabilizou pela qualificação da mão de obra e supervisão dos serviços.

Reinaldo e Marquinhos destacaram, além da conquista das casas, a qualificação obtida por moradores. (Foto: Paulo Francis)Reinaldo e Marquinhos destacaram, além da conquista das casas, a qualificação obtida por moradores. (Foto: Paulo Francis)

Construções – “São 160 trabalhadores qualificados, que são acompanhados por engenheiros e arquitetos”, destacou Cleiton Franco, diretor-presidente da Funsat (Fundação Social do Trabalho), que realizou treinamento dos agora operários da construção civil. Assim que a força de trabalho termina um dos canteiros, parte para o próximo.

O trabalho de triagem e cadastro socioeconômico das famílias contempladas, bem como o acompanhamento da execução do projeto, couberam à Emha (Agência Municipal de Habitação) de Campo Grande.

Não há um prazo exato para a conclusão de todos os imóveis. No entanto, a prefeitura espera que, até fevereiro de 2019, mais 104 casas sejam entregues no Bom Retiro.

Os imóveis do residencial têm dois modelos: um com 41 metros quadrados, de casas geminadas, e outro de 46 metros de moradias comuns. A diferença, conforme explicado à reportagem, envolve o mapeamento de pessoas que viviam na Cidade de Deus: durante o levantamento, várias famílias viviam em um mesmo barraco, porém, apenas ao chegarem aos locais onde passarão a morar é que se verificou-se a situação –optando-se por construir casas vizinhas e, assim, manter os grupos familiares próximos.

Os moradores também puderam escolher a pintura das fachadas, que variam de combinações do branco com vermelho, azul e verde, entre outras. Todos os imóveis têm a mesma dimensão: dois quartos, sala, cozinha e banheiro. Aos fundos de cada propriedade, era possível avistar os casebres e barracos que eram usados pelos moradores até a conclusão das obras.

Salete da Silva, uma das futuras moradores, não escondeu a emoção. “Não sabia ler e escrever, mas foi um sonho aprender a construir e ter a casa. Antes era um sonho muito distante. Agora parece um paraíso”, disse.

Moradores qualificados vão atuar em construções em quatro locais da cidade. (Foto: Paulo Francis)Moradores qualificados vão atuar em construções em quatro locais da cidade. (Foto: Paulo Francis)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions