ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  19    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Com prisão decretada, assassino de colega se entrega à polícia

Prisão preventiva de Bruno César de Carvalho foi decretada ontem (18) pelo juiz Aluízio Pereira dos Santos

Por Kerolyn Araújo | 19/08/2020 10:20
Bruno César de Carvalho, 24 anos, deixando a delegacia ontem (18) acompanhado da advogada. (Foto: Silas Lima)
Bruno César de Carvalho, 24 anos, deixando a delegacia ontem (18) acompanhado da advogada. (Foto: Silas Lima)

Bruno César de Carvalho, 24 anos, que matou a tiros o colega de trabalho e motoentregador, Emerson Salles Silva, 33 anos, se entregou à polícia nesta quarta-feira (19). A prisão preventiva foi decretada ontem (18) pelo juiz Aluízio Pereira dos Santos, da 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande.

Ao Campo Grande News, o delegado Mikail Farias, responsável pelo inquérito, contou que Bruno se entregou por volta das 9h, na 1ª Delegacia de Polícia Civil, acompanhado da advogada. Ele passará por audiência de custódia amanhã (20).

O autor confesso do assassinato de Emerson se apresentou ontem na delegacia, mas como o período de flagrante já havia passado e o pedido de prisão preventiva solicitado pelo delegado ainda não havia sido analisado pela Justiça, Bruno prestou depoimento e foi liberado.

Mais cedo, à reportagem, a advogada de Bruno, Adriana Melo, disse que ainda não havia lido a decisão e não sabia qual a fundamentação encontrada pelo magistrado para decretar a prisão do cliente.

O caso - Bruno era procurado desde a última quinta-feira (13) quando matou Emerson a tiros numa lanchonete localizada na Avenida Mato Grosso, na região central de Campo Grande. O crime foi flagrado por câmeras de segurança.

À polícia, Bruno relatou que já havia se desentendido com a vítima anteriormente e que atirou no "calor do momento".

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário