A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

18/10/2017 12:27

Com projetos antigos, PPA prevê R$ 16 bilhões e mais prazo para propostas

Dos R$ 16,7 bilhões previstos para investimento, R$ 3,7 bilhões vão ser aplicados em 2018

Aline dos Santos e Ricardo Campos Jr.
Audiência sobre planos para a cidade foi realizada nesta quarta-feira. (Foto: André Bittar)Audiência sobre planos para a cidade foi realizada nesta quarta-feira. (Foto: André Bittar)

Recheado de desejos antigos, como os quatro terminais do transporte coletivo e construção de creches, o projeto do PPA (Plano Plurianual) deve ganhar mais prazo para receber propostas na Câmara Municipal de Campo Grande.

Nesta quarta-feira (dia 18), o documento – que prevê investimento de R$ 16,7 bilhões nos próximos quatro anos -, foi discutido em audiência pública. Apesar de o planejado há anos não ser executado, representantes do Poder Legislativo e do Executivo são uníssonos em afirmar que o PPA não pode ser engessado, sendo mantido aberto a novas sugestões.

“O PPA engloba aquilo que o Marcos quer fazer nos próximos anos”, afirma o vereador Júnior Longo (PSDB), relator do projeto na Câmara. Ele afirma ser natural que o prefeito Marquinhos Trad (PSD) queira concluir escolas e Ceinfs (Centros de Educação Infantil) e finalizar obras paradas.

O prazo para emendas vence no próximo dia 20, mas, na sessão de quinta-feira, deve ser inclusa na pauta a ampliação do período para envio de sugestões. Ao término do prazo, uma comissão vai avaliar se as propostas se enquadram na realidade financeira da Capital.

“Se olhar o momento de crise em que estamos e pegar a lei orçamentária do ano passado, verá um crescimento. Vamos ver se é o ideal e adequar para suprir as necessidades da população de Campo Grande”, diz Longo.

Dos R$ 16,7 bilhões previstos para investimento, R$ 3,7 bilhões são em 2018 e o restante até 2021. De acordo com o secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, o PPA não é estanque. Segundo ele, as metas dependem do orçamento e não há como saber se vão se concretizar.

Na gestão de Alcides Bernal (PP), a administração municipal prometeu implantar terminais nos bairros Parati, Tiradentes, São Francisco e na avenida dos Cafezais; o que já era discutido desde 2011, na administração de Nelson Trad Filho. Na nova peça, a expectativa é construção dos terminais nestes mesmos locais.

Conselho – Com transmissão ao vivo na internet, a audiência recebeu dos internautas questionamentos sobre temas como saúde do idoso e assistência social.

Um representante da Secretaria de Assistência Social informou que serão mais quatro conselhos tutelares em Campo Grande. Um implantado em 2018. A regra é uma unidade a cada 100 mil habitantes. A cidade deveria ter oito, mas, atualmente, são quatro conselhos.

O PPA engloba aquilo que o Marcos quer fazer nos próximos anos”, diz Júnior Longo. (Foto: André Bittar)"O PPA engloba aquilo que o Marcos quer fazer nos próximos anos”, diz Júnior Longo. (Foto: André Bittar)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions