ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Comboio é flagrado com muamba paraguaia avaliada em R$ 600 mil

Foram apreendidos 135 Xiaomi, 11 Motorola, 26 Samsung, 10 LG, três Positivos rural e dois Play Station 4

Por Geisy Garnes | 11/08/2020 14:07
Produtos apreendidos foram levados para o pátio da Receita Federal (Foto: Divulgação)
Produtos apreendidos foram levados para o pátio da Receita Federal (Foto: Divulgação)

Policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar apreenderam 185 celulares e também cigarros contrabandeados do Paraguai, na madrugada desta terça-feira (11), em Campo Grande. Os produtos eram transportados por um comboio de quatro carros, que foram parados na BR-060, vindos do Paraguai.

O flagrante, segundo divulgado nesta tarde, aconteceu entre Campo Grande e Sidrolândia, durante fiscalizações da Operação Hórus – realizada com coordenação do Ministério da Justiça desde o ano passado em todo Mato Grosso do Sul.

Os policiais pararam quatro carros, que seguiam em comboio pela rodovia. Dentro dos veículos, foram encontrados produtos eletrônicos e caixas de cigarro, todos trazidos ilegalmente do Paraguai. Foram apreendidos celulares de várias marcas e modelos: 135 Xiaomi, 11 Motorola, 26 Samsung, 10 LG, três Positivos rural e dois Play Station 4.

Com a apreensão, a polícia estima um prejuízo de R$ 600 mil para o grupo. Os autores, seis homens e duas mulheres, foram levados para a delegacia e indiciados por descaminho, que é quando um produto, que pode ser comercializado no Brasil, entra no país sem o pagamento dos devidos impostos. O crime tem pena de 1 a 4 anos de reclusão.

Também vão responder por contrabando, por causa dos cigarros de reintrodução proibida no Brasil. Nesse caso, a pena é entre 1 e 4 anos de reclusão.

Depois de assinar termo, os autores foram liberados e os produtos levados para o pátio da Receita Federal de Campo Grande.

Seis homens e duas mulheres foram incidiados por descaminho (Foto: Divulgação)
Seis homens e duas mulheres foram incidiados por descaminho (Foto: Divulgação)