ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUARTA  27    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Começa 1ª fase de flexibilização da quarentena; veja o que abre e o que fecha

Prefeitura deu uma trégua nas medidas contra o coronavírus, mas se número de contaminados disparar, tudo fecha de novo

Por Ângela Kempfer | 06/04/2020 06:05
Rua 14 de Julho ainda completamente vazia, no Centro de Campo Grande. (Foto: Gabriel Marchese)
Rua 14 de Julho ainda completamente vazia, no Centro de Campo Grande. (Foto: Gabriel Marchese)

Será aberta oficialmente hoje (6) uma das fases mais delicadas na estratégia de Campo Grande frente ao coronavírus. Depois de duas semanas de comércio fechado, com a maioria da população em isolamento, cerca de 80% das atividades voltam ao normal nesta segunda-feira, inclusive, com quase 8 vezes mais ônibus circulando pela cidade do que no início da quarentena, em 21 de março.

No Centro e nos bairros, a abertura comercial será em horário diferenciado, de 9h às 16h30 durante a primeira semana de experiência. Trabalhadores com mais de 60 anos, devem ser dispensados, assim como os que tem alguma doença crônica, como diabetes e hipertensão. O mesmo vale para as repartições públicas municipais, que reabrem amanhã, terça-feira, mas de 8h30 às 13h30 e com 50% do efetivo reduzido.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

São muitas regras a serem cumpridas, tanto em comércios, quanto no transporte público, e apenas 450 fiscais distribuídos pela cidade a partir das 7h30 de hoje para verificar o respeito aos decretos que estabelecem medidas de biossegurança. Por isso, o apelo da prefeitura tem sido por "responsabilidade" e a orientação de só sair de casa se tiver de trabalhar ou se for indispensável.

Até ontem (5), a Capital tinha 43 casos registrados de covid-19, dos 65 confirmados em Mato Grosso do Sul. Na cidade, 8 pacientes estão internados por apresentarem sintomas mais severos.

Mas o prefeito Marquinhos Trad repetiu durante toda a semana que antecedeu a reabertura gradual das empresas que, caso os números disparem na Capital, tudo deve ser novamente fechado.

Outro fator que pode contribuir para mudança nos planos iniciados nesta segunda-feira é o registro de morte pela doença, o que aqui em Mato Grosso do Sul só ocorreu em Batayporã. Apenas dois estados brasileiros ainda não tem óbitos causados pelo coronavírus: Acre e Tocantins.

Veja o que abre e o que continua fechado, pelo menos, pelas próximas 24 horas em Campo Grande: