A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018

01/11/2012 19:35

Comissão do Senado vem a Campo Grande para discutir violência contra mulher

Luciana Brazil

A comissão da CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) da Violência Contra a Mulher no Senado realiza diligências e uma audiência pública em Campo Grande nos próximos dias 12 e 13 de novembro.

A comissão tenta apurar o motivo dos altos índices de violência contra a mulher e quais medidas seriam eficazes para mudar a situação no Estado. A audiência está marcada para as 13h30, no segundo dia de visita, na Assembléia Legislativa.

De acordo com a presidente da Comissão de Direitos Humanos (CDH) da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul), Kelly Cristiny de Lima Garcia, o número de mulheres que morrem no trânsito é quase o mesmo de vítimas de violência doméstica, e é preciso encontrar maneiras de diminuir estes índices.

Mato Grosso do Sul se destaca no cenário nacional como o 5° município no ranking de homicídios de mulheres, de acordo com o Mapa da Violência de 2012, elaborado pelo Instituto Sangari/Ministério da Justiça.

No Estado, a CPMI realizará diligências em órgãos de atendimento à mulher em situação de violência como a Delegacia da Mulher, Casa Abrigo, Centro de Atendimento à Mulher Vítima de Violência, entre outros.

A visita será assessorada pela Comissão de Direitos Humanos da OAB/MS presidida pela deputada federal Jô Moraes (PC do B-MG) e que tem como relatoras a senadora Ana Rita (PT-ES) e como vice-presidenta a deputada federal Keiko Ota (PSB- SP).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions