ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUINTA  21    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Confusão com 2 baleados começou por conta de placa de grupo de apostas

Pai e filho baleados com tiros de pistola 9 milímetros foram socorridos e não correm risco de morte

Por Viviane Oliveira e Bruna Marques | 22/09/2021 11:18
Placas de propaganda e chinelo, provavelmente de uma das vítimas, ficaram pelo local. (Foto: Kísie Ainoã)
Placas de propaganda e chinelo, provavelmente de uma das vítimas, ficaram pelo local. (Foto: Kísie Ainoã)

Confusão entre dois grupos de apostas esportivas Bolão da Sorte e MSbet provocou briga que terminou com pai e filho, de 68 e 25 anos, baleados na tarde de ontem (21), em bar localizado na Avenida Marinha, no Bairro Coophavila II, em Campo Grande. As vítimas estão internadas recebendo atendimento médico e não correm risco de morte.

Conforme apurado até agora pelo delegado Camilo Kettenhuber, da 6ª DP, o comerciante de 37 anos, dono do bar onde ocorreu a confusão, fechou acordo com o MSbet e informou ao pessoal do Bolão da Sorte, com quem tinha parceria, dizendo que não iria mais trabalhar com o grupo.

Pai e filho, então, disseram que iriam até o bar apenas tirar a placa que fazia o anúncio das cartelas do Bolão da Sorte. Quando chegaram, o comércio estava fechado. Os dois passaram a fazer a remoção das placas com as propagandas, quando representantes das MSbet chegaram. De repente, conforme informações de testemunhas ao delegado, os integrantes dos dois grupos começaram a discutir.

Movimentação de policiais no local onde aconteceu o crime na tarde de ontem (Foto: Kísie Ainoã)
Movimentação de policiais no local onde aconteceu o crime na tarde de ontem (Foto: Kísie Ainoã)

A confusão terminou com tiros de pistola 9 milímetros e pai e filho baleados. Testemunhas ouviram 3 tiros, mas no local, foram encontrados duas cápsulas deflagradas. Segundo o delegado, havia muito sangue na calçada, na rua e no meio-fio, indicando que, mesmo feridos, os dois chegaram a atravessar a via.

Eles foram socorridos por terceiros e levados para uma unidade de saúde e, depois, transferidos para um hospital particular, onde continuam internados. “Vamos investigar a real motivação para o crime e os envolvidos direta e indiretamente. Os suspeitos já foram identificados”, diz a autoridade policial.

Mais tarde, o outro filho da vítima foi visitar o pai na unidade de saúde e acabou preso por estar armado. Ele justificou a situação dizendo que é Cac (Colecionador, Atirador e Caçador). Advogado já se prontificou em apresentar o dono do bar para que ele dê sua versão sobre os fatos. “Essas apostas geram lucro e o concorrente sempre quer pegar o cliente do outro”, disse o delegado.

Na rede social, o Bolão Game, mesmo grupo do Bolão da Sorte, anuncia prêmio de mais de R$ 100 mil. O Campo Grande News tentou falar com os dois grupos de apostas, mas até o fechamento deste texto, não conseguiu contato.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário