ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  09    CAMPO GRANDE 12º

Capital

Conselheiras pedem à OAB paridade de gênero na lista para quinto constitucional

A previsão é que a solicitação seja apreciada pela diretoria na próxima semana

Por Aline dos Santos | 25/03/2022 11:52
A proposição de paridade foi feita nesta sexta-feira durante reunião de conselho. (Foto: Gerson Walber)
A proposição de paridade foi feita nesta sexta-feira durante reunião de conselho. (Foto: Gerson Walber)

A OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil) recebeu nesta sexta-feira (dia 25) o pedido para que se estabeleça paridade de gênero no quinto constitucional. Atualmente, estão em curso dois processos de inscrição para que advogados concorram a vagas de desembargadores no TRT-MS (Tribunal Regional do Trabalho) e no TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

A proposição foi feita pela conselheira federal Andrea Flores, acompanhada pela conselheira federal Gaya Lehn Shneider Paulino. Além das diretoras Camila Bastos, Janine Delgados e as conselheiras estaduais Beatriz Stuart, Ildália Aguiar, Ana Maria Medeiros, Nina Negri, Valéria Ferreira de Araújo, Edna Bonelli e Bianca Della Pace Braga Medeiros.

A previsão é que a solicitação seja apreciada pela diretoria na próxima semana. A paridade de gênero na formação da lista sêxtupla (com nomes de seis advogados) para disputar vagas do Quinto Constitucional em tribunais já foi estabelecida pela OAB de São Paulo. Desta forma, a lista é composta por três advogados e três advogadas.

Nos siga no Google Notícias