A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Abril de 2019

23/10/2018 16:36

Contra enchentes, prefeitura prevê tirar 2 mil caminhões de terra de córrego

Objetivo é retirar a areia acumulada nas duas barragens do córrego e a estimativa é de que ao menos 2 mil caminhões de areia sejam retirados do local

Liniker Ribeiro
Equipes atuando na retirada da areia acumulada no Córrego SegredoEquipes atuando na retirada da areia acumulada no Córrego Segredo

Equipes da prefeitura deram início, nesta terça-feira (23), ao trabalho de desassoreamento do Córrego Segredo, na altura do bairro Estrela do Sul, região norte de Campo Grande. O objetivo é retirar a areia acumulada nas duas barragens do córrego e evitar enchentes. A estimativa é de que ao menos 2 mil caminhões de areia sejam retirados do local.

“Parte desta areia desceu das cabeceiras há mais de sete anos, carregada quando a erosão dentro da Mata do Segredo que na época colocou em risco o corredor da Nova Lima, a Rua Marques de Herval, exigindo a execução de uma obra de contenção na voçoroca aberta", afirma o secretário-adjunto da Sisep, Ariel Serra.

O serviço está sendo realizado pela Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos). Com a limpeza, a ideia melhorar a vazão do córrego, que tem capacidade de represar 40 milhões de água, de acordo com a prefeitura.

O trabalho realizado na região norte da cidade deve impactar pontos críticos da cidade, como na altura da rotatória das avenidas Ernesto Geisel e Rachid Neder, conhecidos por grandes alagamentos em dias de chuva em maior potencial.

Avenida Ernesto Geisel suja de lama após trecho ficar alagado no dia 3 de outubro (Foto: Anahi Gurgel) Avenida Ernesto Geisel suja de lama após trecho ficar alagado no dia 3 de outubro (Foto: Anahi Gurgel)

A última delas, no dia 3 de outubro, fez o córrego Segredo transbordar e o trecho da Ernesto Geisel, entre as avenidas Euler de Azevedo e Rachid Neder, no São Francisco, a água cobriu veículos e interrompeu o tráfego.

Ao todo, estão sendo utilizadas na ação 10 caminhões - com capacidade de transportar 10 metros cúbicos cada - e duas retroescavadeiras. A previsão é de que o serviço seja concluído em 40 dias.

As equipes também vão trabalhar na manutenção das barragens do Sóter, onde estão previstas algumas adequações para aumentar a capacidade de retenção de água e com isto melhorar a vazão.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions