A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 17 de Agosto de 2019

07/07/2019 08:45

Corpo de piloto que morreu durante voo é levado para sepultamento em SP

Benedito Fernando, 69 anos, passou mal durante voo a Americana (SP) e co-piloto fez pouso de emergência em Campo Grande

Silvia Frias
Benedito Fernando Ricci em imagem durante voo. (Foto: Reprodução Facebook)Benedito Fernando Ricci em imagem durante voo. (Foto: Reprodução Facebook)

Foi identificado como Benedito Fernando Ricci, 69 anos, o piloto que passou mal e morreu após infarto durante voo de aeronave que fez pouso de emergência no Aeroporto Internacional de Campo Grande. Em choque, o passageiro que estava na aeronave foi levado à Santa Casa.

O caso aconteceu ontem à tarde. O dono da aeronave é proprietário de fazenda em Mato Grosso do Sul e voltava para casa, em Americana (SP). Durante o trajeto, o piloto passou mal e desmaiou. Rapidamente, o co-piloto, Matheus Pasquotti, assumiu o comando da aeronave, um King Air C90 e pediu permissão de pouso em Campo Grande.

Os dois trabalhavam juntos há 5 anos. Segundo post de Matheus nas redes sociais, o colega não havia esboçado qualquer problema durante o dia. "Tomamos nosso café, preparamos nossas coisas, tiramos o avião do hangar e fomos fazer o que mais gostamos de fazer, voar. Mas no meio do caminho, como em um piscar de olhos, você se foi meu amigo. Me faltam palavras para descrever o que estou sentindo", postou. 

A ambulância de socorro foi acionada, mas o piloto já estava morto. O passageiro ficou nervoso, passou mal e foi levado à Santa Casa. A informação obtida pelo Campo Grande News é que ele já foi medicado, liberado e retornou ontem à noite para Americana, em voo de carreira, juntamente com o co-piloto.

Benedito Fernando prestava serviço em Americana e morava em Rio Claro, a 50 quilômetros de distância. O corpo dele está sendo levado pela Pax Canaã de carro e deve chegar a Rio Claro (SP) por volta das 22h. Ele será sepultado no cemitério São João Batista.

Na madrugada de hoje, o co-piloto fez uma homenagem ao amigo nas redes sociais. "Agradeço a Deus por ter conhecido um cara como você, amigo, companheiro, um piloto dedicado e que amava voar! Peço a Deus que conforte todos os seus familiares com o Amor e a Paz que só o Senhor Jesus pode dar".

Matheus e Benedito, em um dos voos durante 5 anos de trabalho juntos. (Foto: Reprodução Facebook)Matheus e Benedito, em um dos voos durante 5 anos de trabalho juntos. (Foto: Reprodução Facebook)
A aeronave ainda está no pátio do Aeroporto de Campo Grande (Foto: Paulo Francis)A aeronave ainda está no pátio do Aeroporto de Campo Grande (Foto: Paulo Francis)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions