A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

15/06/2015 11:52

Corregedoria irá apurar conduta de sargento que atirou em marido PM

Luana Rodrigues
Claudemilson Pereira Paim foi socorrido pelo Samu (Foto: Marcelo Calazans)Claudemilson Pereira Paim foi socorrido pelo Samu (Foto: Marcelo Calazans)

A Corregedoria do Polícia Militar de Mato Grosso do Sul anunciou que abrirá procedimento interno para investigar uma briga entre um casal de policiais militares que terminou com um ferido na tarde deste sábado (13), no bairro Santo Amaro, em Campo Grande.

De acordo com a assessoria da corregedoria da PM, dependo dos resultados do procedimento, além de responder a um inquérito comum da Polícia Civil, a sargento da policlínica da corporação, identificada como Andréia, que atirou no marido Claudemilson Pereira Paim, soldado lotado no BPTran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito), também poderá ser punida por má conduta.

Conforme a assessoria de imprensa da corregedoria, será aberta uma investigação interna para apurar os fatos e a conduta da policial. A apuração do caso é mantida em sigilo pela Polícia Militar.

Entenda o caso - Conforme informações da Polícia Militar, o casal começou a discutir depois que Claudemilson esqueceu de dar um remédio ao filho dos dois. Andréia alega que o marido tentou agredi-la, de forma que usou um revólver calibre 38 como meio de defesa.

Quando foi atingido, o soldado saiu correndo da residência, pulou o muro e foi se abrigar na casa de um vizinho até a chegada do resgate. A mulher permaneceu dentro do imóvel aguardando a chegada do delegado plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

Equipes do SIG (Serviço de Investigações Gerais) estiveram no local para colher informações.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions