A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

10/10/2011 15:02

Correios faz mutirão para entrega de 180 mil correspondências em MS

Viviane Oliveira
A greve dos funcionários dos correios já dura 27 dias. (Foto: Simão Nogueira) A greve dos funcionários dos correios já dura 27 dias. (Foto: Simão Nogueira)

Por causa da greve dos Correios, no último fim de semana em Mato Grosso do Sul 461 empregados das áreas Administrativa, Agências e Operacional trabalharam nos Centros de Distribuição. Nesse mutirão mais de 350 mil objetos postais foram preparados para entrega, sendo 180 mil deles distribuídos.

Realizado todos os finais de semana desde o início da paralisação, os mutirões foram responsáveis por entregar cerca de 47 milhões de cartas e encomendas em todo o País e triar mais 96 milhões.

O primeiro mutirão entregou 2,5 milhões, o segundo foi responsável pela entrega de 9,4 milhões entregues, o terceiro entregou 13 milhões de cartas e encomendas e o quarto, realizado neste final de semana, 22 milhões.

Na última terça-feira (7) no TST (Tribunal Superior do Trabalho), o ministro João Oreste Dalazen havia apresentado uma nova proposta aos Correios. A proposta foi aceita pelos Correios, mas rejeitada pela Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares).

Com esse resultado, o presidente do TST decidiu levar a julgamento o dissídio da greve em sessão extraordinária amanhã (11) às 16 horas em Brasília.

Reivindicação - A categoria reivindica 7,16% de reajuste salarial, referente à inflação, reajuste dos vales refeição, alimentação e aumento real de R$ 200. Eles também querem, que o piso salarial, que hoje é de R$ 807, passe para R$ 1.635.

Na última sexta-feira (7) o TST determinou que a Federação dos Trabalhadores mantenha em cada unidade operacional dos Correios, no mínimo, 40% dos empregados, “para atendimento dos serviços inadiáveis da comunidade”.



SO CONSEGUEM ENTREGAR ISSO COM OS EFETIVOS COMPLETOS, MAIS UMA MENTIRA DESLAVADA POR PARTE DA E C T. VAMOS AO TST, SABEMOS QUE A JUSTIÇA É CONTRA O TRABALHADOR MAS PERDEREMOS COM DIGNIDADE POR TER LEVADO ATE AS ULTIMAS INSTANCIA. NAO PERDEMOS PRA OS CALHORDAS DA DIREÇAO E SIM PRA INJUSTIÇA DO BRASIL
 
franco nero em 10/10/2011 04:33:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions