ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEXTA  27    CAMPO GRANDE 24º

Capital

De 90 candidatos, só 28 conseguem se formar no curso do Choque da PM

Do total de inscritos, apenas 42 foram selecionados a participar das aulas e no final só 28 foram aprovados

Por Maressa Mendonça | 03/12/2019 15:43
Policiais durante o curso de operações do Batalhão de Choque da Polícia Militar (Foto: Divulgação/Choque da PM)
Policiais durante o curso de operações do Batalhão de Choque da Polícia Militar (Foto: Divulgação/Choque da PM)

Nesta segunda-feira, 28 policiais se formaram no Curso de Operações de Choque da Polícia Militar e estão habilitados a trabalhar no Batalhão de Choque da PM. Este número representa apenas 32% do total de inscritos, 90 ao todo.

De acordo com o tenente-coronel Marcus Vinicius Pollet, isto não quer dizer que todos os formados realmente vão atuar no Batalhão.

Segundo Pollet, dos 91 inscritos apenas 47 foram selecionados a participar do curso. Após 51 dias de aulas teóricas e práticas, 28 se formaram. Ainda conforme o tenente-coronel, os alunos recebem instruções sobre Direitos Humanos, legislação e aprendem, dentre outras coisas, a atuar durante rebeliões em presídios e bloqueios em rodovias.

Dos alunos matriculados no curso, dois pertencem a PRF do Estado, um da PM de Santa Catarina, outros dois da PM do Paraná. Outros 23 são da PM em MS.

Os policiais interessados em atuar no Batalhão ainda participam de estágio com duração de até seis meses. “Só após esse estágio é que começam a atuar na viatura”, finaliza Pollet.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário