A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

13/10/2017 21:47

Defesa afirma que ainda estuda habeas corpus para coreógrafo foragido

Nyelder Rodrigues

A defesa do coreógrafo Ewerton Cesar Ferriol Icasati, conhecido como Tom Brasil e suspeito de abusar sexualmente de seis alunas de sua companhia de dança, afirma que ainda estuda a entrada de um habeas corpus contra o pedido de prisão expedido pela Justiça na semana passada. Enquanto isso, Tom segue foragido.

De acordo com o advogado Rafael Nunes da Cunha, Tom estaria em viagem para compromissos de trabalho, mas a polícia desconfia que ele esteja, na verdade, escondido em uma fazenda no Estado.

Apesar disso, Nunes, que diz também estar fora de Campo Grande, promete que o coreógrafo irá se apresentar no início da próxima semana na Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente).

O caso está sob os cuidados da Depca, com a Marília de Brito, já que os crimes aos quais Tom é suspeito, teriam sido cometidos quando as meninas eram ainda menores de 18 anos.

Tom nega os crimes aos quais é apontado como autor. As vítimas surgiram após o desabafo de uma delas no Facebook. O caso chegou à Polícia Civil após a mãe de uma das garotas denunciar o professor, que conforme o relato, exigia sexo para que pudessem dançar na companhia dele.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions